Após saída de Rogério Ceni, Flamengo vê Renato Gaúcho como alvo para cargo de treinador

Após a demissão de Rogério Ceni do cargo de treinador, o Flamengo busca nomes no mercado. E um deles é bem conhecido dos torcedores: Renato Gaúcho, que nunca escondeu a vontade de trabalhar no rubro-negro. Ele está sem clube desde que deixou o Grêmio, em 15 de abril.

Inclusive, a diretoria do Flamengo está ciente de que Renato Gaúcho estaria disposto a abaixar o salário para comandar o Flamengo. Cabe destacar que Portaluppi não é a única opção analisada, mas agrada a várias alas da diretoria rubro-negra.

O Flamengo anunciou, na madrugada deste sábado, que Rogério Ceni não é mais o técnico da equipe. O clube anunciou a decisão através de suas redes sociais. Para a partida contra a Chapecoense, domingo no Maracanã (pela 11ª rodada do Brasileiro), a equipe rubro-negra será dirigida por Maurício Souza.

Rogério Ceni deixa o Flamengo após 44 jogos, com 23 vitórias, 11 empates e 10 derrotas. Ele conquistou o Brasileirão 2020, a Supercopa do Brasil 2021 e o Campeonato Carioca 2021.

Perfil do treinador

Conforme reportagem do GLOBO, o problema apontado, além de financeiro, é de perfil. Não apenas em relação às questões técnicas, como principalmente na postura centralizadora. No Grêmio, Renato apitava do departamento médico às contratações. Mas a justificativa era que a diretoria do clube não tinha experiência de futebol e via no ídolo uma referência.