Direção do Grêmio nega pedido de Douglas Costa para participar de festa dois dias antes de decisão

Às vésperas da partida que vai decidir se cai para a Série B ou fica na Série A, o Grêmio teve que lidar com uma nova crise nos bastidores envolvendo Douglas Costa. O atacante solicitou liberação para participar de uma festa no Rio de Janeiro, mas teve o pedido negado pelo clube.

A informação foi divulgada pelo colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, e confirmada pelo ge. A festa seria realizada na última terça-feira, no hotel Copacabana Palace, dois dias antes do confronto contra o Atlético-MG, na Arena, pela última rodada do Brasileirão.

Ainda de acordo com o colunista, o evento seria para comemorar o casamento do jogador com a modelo Nathalia Feix, realizado em junho, na República Dominicana. Na ocasião, Douglas Costa foi liberado pela direção do Grêmio e desfalcou o time contra o Fluminense, pela 12ª rodada do Brasileirão.

A festa de casamento de Douglas Costa foi inicialmente marcada para depois do término do Brasileirão, já que a expectativa era de que o campeonato fosse encerrado no último domingo. O evento foi adiado e será realizado em uma nova data.

Douglas Costa apagou todas as fotos com a camisa do Grêmio e referências ao clube em seu perfil no Instagram na última terça-feira, o que é visto como um possível sinal de mal-estar gerado pelo episódio.

O camisa 10 volta de suspensão para a última rodada do Brasileirão após ficar de fora do empate em 1 a 1 com o Corinthians, no último domingo. Mesmo assim, acompanhou a delegação em São Paulo.

Ele recebeu o terceiro cartão amarelo por retardar a saída de campo ao ser substituído na vitória contra o São Paulo, foi criticado por torcedores por isso e rebateu com ofensas em uma rede social.