Fiesp diz que privatização da Eletrobras dará prejuízo de R$ 400 bilhões

A Federação das Indústrias do estado de São Paulo (Fiesp) disse que o custo da privatização da Eletrobras pode levar a prejuízos de R$ 400 bilhões aos consumidores brasileiros. Do total, cerca de R$ 300 bilhões seriam provenientes de altas na conta de luz, projetou a federação.

“É um mercado monopolista. Os brasileiros não podem trocar de companhia em busca de uma melhor oferta”, afirma. O relato foi publicado pela coluna Painel.

A Fiesp estimou que a proposta de contratação das térmicas chamadas de inflexíveis, que geram energia sem parar, pode aumentar em R$ 50 bilhões os custos nas tarifas no período de 20 anos.