Vereador de Dourados é preso em flagrante por violência doméstica contra a noiva

O vereador Diogo Silveira Castilho (DEM), de Dourados, foi preso em flagrante pela Polícia Militar na noite deste sábado (4), em sua casa, no bairro Parque Alvorada, por violência doméstica contra sua noiva, de 27 anos.

Informações preliminares apontam que o casal teria discutido inicialmente na casa de amigos e depois, quando voltaram para casa, a divergência teria evoluído para agressão.

Após o flagrante, o vereador, que também é médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, foi encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) de Dourados.

O advogado do vereador, Renan Pompeu, disse que como o caso é de violência doméstica, não há fiança, e que portanto, ele passa o domingo preso, mas que nesta segunda-feira (6) vai pedir a Justiça para que Diogo Castilho responda em liberdade.

O presidente da Câmara Municipal de Dourados, Laudir Munaretto (MDB), adiantou que será montada uma comissão para analisar o ocorrido.

Ainda na tarde deste domingo, o promotor plantonista do Tribunal de Justiça, Juliano Albuquerque, pediu que a prisão em flagrante do vereador fosse convertida em preventiva, o que foi acatado pela juíza de direito, Rosângela Alves de Lima Fávero. O advogado de Diogo disse que vai entrar com pedido de revogação dessa prisão ainda neste domingo.