Vander confirma R$ 3,5 milhões para postos de saúde em aldeias indígenas

Em recente reunião com Joe Saccenti Junior, coordenador do Dsei-MS (Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul), o deputado federal Vander Loubet (PT) confirmou a aplicação de R$ 3.573.565,46 na construção de postos de saúde para o atendimento de sete aldeias.

Os recursos são provenientes de uma emenda parlamentar de bancada viabilizada por Vander e pela deputada federal Rose Modesto (PSDB) e incluída no Orçamento Geral da União de 2020.

As obras vão beneficiar mais de 10 mil indígenas nas seguintes comunidades:

  • Aldeia Taquapery (Coronel Sapucaia, 3.241 pessoas) – R$ 515.122,11
  • Aldeia Amambai (Amambai, 3.000 pessoas) – R$ 512.300,69
  • Aldeia Cachoeirinha (Miranda, 1.794 pessoas) – R$ 508.271,59
  • Aldeia Jaguapiré (Tacuru, 992 pessoas) – R$ 516.932,33
  • Aldeia Limão Verde (Amambai, 1.012 pessoas) – R$ 507.383,84
  • Aldeia Cabeceira (Nioaque, 362 pessoas) – R$ 508.091,48
  • Aldeia Lagoinha (Sidrolândia, 318 pessoas) – R$ 505.554,42

Saccenti Junior afirmou ao deputado que as sete obras já foram licitadas e estão em fase de assinatura de contrato. Na ocasião, Vander comemorou a situação das obras e parabenizou o corpo técnico do Dsei-MS.

“Esses postos de saúde são uma grande vitória para a saúde indígena de Mato Grosso do Sul. O andamento dos projetos está coroando um trabalho que começou dentro da nossa bancada e que passou pelo convencimento da maioria sobre a importância de darmos a devida atenção aos nossos povos indígenas”, destacou o parlamentar pantaneiro. “Nesse processo, não podemos esquecer dos técnicos e engenheiros do Dsei, que mesmo em número bastante limitado, trabalharam arduamente para viabilizar a concretização desses projetos”, concluiu Vander.