UE compra mais 300 milhões de doses de vacina da Moderna

A Comissão Europeia fechou um contrato para a compra de mais 300 milhões de doses da vacina anti-Covid desenvolvida pelo laboratório americano Moderna.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (1º) pela comissária da União Europeia para a Saúde, Stella Kyriakides, duas semanas após o poder Executivo da UE adquirir 150 milhões de ampolas do imunizante em 2021, com opção de comprar mais 150 milhões em 2022.

“As entregas de vacinas vão aumentar nos próximos meses, em linha com os nossos acordos. É essencial estar preparado para vacinações em massa para lidar com o ritmo crescente”, afirmou Kyriakides, durante videoconferência.

Até o momento, o Executivo da UE já fechou acordos com seis fabricantes de vacinas anti-Covid (Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Sanofi, Johnson & Johnson e CureVac) e negocia com outros dois (Novavax e Valneva).

Os seis contratos já assinados por Bruxelas garantem pelo menos 1,835 bilhão de doses, com mais 730 milhões opcionais, totalizando 2,565 bilhões.

“Devemos continuar a vacinar o mais rápido possível, especialmente em decorrência das novas variantes”, acrescentou a Comissária Europeia para a Saúde.

Segundo ela, “é fundamental que não haja lacuna entre as doses da vacina distribuídas e as doses administradas e que nenhuma vacina fique sem uso”.