Reino Unido: Como coronavírus saiu do controle e antecipou ‘claustrofobia’ do Brexit

Desumano ou não, quatro dias depois, Johnson fez exatamente isso. O aumento de casos de coronavírus no sudeste e leste da Inglaterra, incluindo Londres, fez com que o primeiro-ministro anunciasse um confinamento mais rígido e restringisse o encontro de moradores de residências diferentes no Natal.

A medida afeta mais de 20 milhões de pessoas na Inglaterra e em todo o País de Gales.

Ao anunciar sua decisão, o governo ligou o aumento de casos à circulação de uma nova variante do coronavírus, que teria um poder de contágio 70% maior. Apesar disso, ainda não se sabe se esse é o caso — mais estudos devem ser feitos para avaliar se essa afirmação procede.