Olympique retoma força-tarefa para tirar Gerson do Flamengo

O telefone não para, os clubes mantêm as negociações abertas, e a parte financeira agrada muito.

Gerson ainda não está convencido de que o Olympique é o melhor passo para sua carreira, mas a insistência e o carinho dos franceses fazem com que a porta siga aberta e reuniões a partir deste domingo comecem a definir o futuro do volante do Flamengo. Jorge Sampaoli e o presidente Pablo Longoria já fizeram contato para deixar claro o quanto ele é desejado em Marselha.

Gerson celebra título do Campeonato Carioca com o Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / CRF

Gerson celebra título do Campeonato Carioca com o Flamengo — Foto: Alexandre Vidal / CRF

Se o Flamengo pausou as negociações por conta da decisão do Carioca, o mesmo não se pode dizer do clube francês. Na última sexta-feira, o espanhol Pablo Longoria, presidente do Olympique e com o português afiado na ponta de língua, telefonou para Gerson e não poupou elogios. Quem também fez contato direto com o Coringa foi o treinador Jorge Sampaoli, maior incentivador da negociação.

Gerson se sentiu acarinhado e não escondeu para pessoas próximas que esperava o mesmo tratamento de dirigentes do Flamengo nos últimos dias. Mesmo com o posicionamento de que deseja permanecer no clube, o volante não recebeu nenhuma sinalização de renovação do contrato, o que já vem sendo prometido e postergado desde o fim de 2019.

Jorge Sampaoli assumiu o Olympique de Marselha no início de março — Foto: Getty Images

Jorge Sampaoli assumiu o Olympique de Marselha no início de março — Foto: Getty Images

Com o título do Carioca confirmado, as negociações serão retomadas neste domingo e a expectativa é de que uma reunião coloque as três partes envolvidas no negócio frente a frente. Há duas semanas no Rio de Janeiro, os representantes do Olympique (o ex-atacante Túlio de Melo e um agente francês) aguardam uma definição do Flamengo e do jogador sem perder o otimismo.

A repercussão da proposta francesa de 25 milhões de euros (cerca de R$ 160 mi) com aditivos que podem chegar a mais 5 mi de euros, por sua vez, faz com que os responsáveis pela carreira de Gerson se dividam entre os valores satisfatórios e a possibilidade de novas ofertas. Marcão, pai do volante, por exemplo, tinha passagem marcada para a Espanha na noite de sexta-feira e só não embarcou pela pendência do aval do consulado por conta de protocolos de Covid.

Na festa pelo tricampeonato carioca, a negociação entrou em pauta e tanto Rogério Ceni quanto Diego Ribas reforçaram a importância de Gerson para o elenco. O capitão ficou na torcida pela permanência.

O elenco rubro-negro está de folga neste domingo, e o Olympique de Marselha quer acelerar o final da novela que se alonga há quase duas semanas. Os clubes têm encontro marcado, resta saber se Gerson estará presente para ouvir os argumentos franceses ou bater o pé de que seguirá vestindo vermelho e preto.

– Como flamenguista, eu quero que ele fique. É um jogador acima da média, que nos ajuda muito, mas também quero vê-lo feliz. É jovem, já é uma realidade, e dentro dos objetivos que tem… Espero que seja aqui, que possamos sair campeões, que me ajude ainda mais no meio de campo. Vamos esperar que esse desfecho seja feliz e que ele saia satisfeito.