Nova polícia de MS terá missão de reestruturar sistema prisional para combater crime organizado

Após a aprovação na última quinta-feira (2), de forma unânime, em primeira discussão sobre o Projeto de Emenda Constitucional 8/2019, de autoria do deputado estadual Coronel David, que cria a Polícia Penal de Mato Grosso do Sul, os futuros policiais penais estão na expectativa de que a matéria já entre em votação o quanto antes na Casa de Leis.

Assista Vídeo do Deputado Coronel Davi

“Primeiramente quero agradecer a todos os deputados por este reconhecimento da categoria e todas as autoridades que nos apoiaram. Estamos lutando há tempos por essa regulamentação que mudará o nosso sistema penitenciário e a segurança pública do Estado. É um sonho da categoria que começa a se tornar realidade. Continuamos na expectativa que esta semana a PEC seja votada em segunda discussão e posteriormente seguir para sanção”, comenta o presidente do SINSAP/MS, André Santiago.

Considerado por muitos, como um deputado que é referência em conquistas e melhorias às categorias da segurança pública, Coronel David considera a criação de uma nova polícia, um momento histórico para as forças de segurança e afirma que não medirá esforços para que essa PEC seja aprovada rapidamente. “A criação da Polícia Penal representa um dos maiores avanços no combate ao crime organizado e uma verdadeira revolução no sistema de execução penal brasileiro. Vencemos uma etapa, fico feliz em fazer parte dessa conquista, pois estamos dando a devida importância para uma atividade extremamente perigosa, vamos continuar na luta e tenho certeza a polícia penal estará entre as forças de segurança do nosso Estado em breve”, pontuou Coronel David.

Nova polícia, mais policiais atuando
No fim do mês de novembro, Coronel David encaminhou um documento ao Governador Reinaldo Azambuja e ao secretário de segurança Antônio Carlos Videira e também ao Diretor-presidente da Agepen, Aud de Oliveira Chaves para que os mais de 200 candidatos remanescentes aprovados no concurso realizem outro curso de formação para fortalecer o efetivo do sistema penitenciário. Em janeiro de 2022 as tratativas para estas negociações continuam, por intermédio do parlamentar.

 

Taciane Peres – DRT 512/MS

Fotos: Tatyane Santinoni/Agepen MS

FonteTaciane Peres – DRT 512/MS Fotos: Tatyane Santinoni/Agepen MS