Mônica Bergamo prevê que STF não devolverá direitos políticos de Lula

“O STF não deve devolver direito político a Lula mesmo que Moro seja considerado parcial no caso do tríplex”, escreve a jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha de S. Paulo.”Mesmo que Sergio Moro seja considerado parcial no julgamento do ex-presidente no caso do triplex do Guarujá, neste semestre, o petista deve seguir inelegível depois de eventual veredicto contra o ex-juiz”, aponta.

“O problema é que Lula tem outra condenação, por obras no sítio de Atibaia. Ainda que a defesa do ex-presidente insista que Moro atuou também nesse processo, os ministros da 2ª Turma do STF devem analisar somente o caso do triplex”, prevê a jornalista, que tem acesso a fontes na suprema corte.

Ela também afirma que “o ex-presidente permanecerá inelegível pelo menos até eventual julgamento de imparcialidade do ex-juiz também neste caso — que não tem data certa para ocorrer”.