Maratonista entra para o Guinness ao completar 42km empurrando a mãe em cadeira de rodas

O espanhol Eric Domingo Roldan entrou para o Guinness Book ao tornar-se o atleta mais rápido a completar uma maratona empurrando uma pessoa em cadeira de rodas. A façanha aconteceu no último domingo na Maratona de Barcelona, quando Eric percorreu os 42km de prova em 2h52min28s empurrando a sua mãe, Sílvia Roldan, que tem esclerose múltipla.

Eric Domingo Roldan posa ao lado da mãe Silvia — Foto: Reprodução/Instagram

Eric Domingo Roldan posa ao lado da mãe Silvia — Foto: Reprodução/Instagram

O recorde anterior pertencia à dupla britânica Marcus Green e Phil Rossall, que percorreu a Maratona de Chichester, na Inglaterra, em 2h57min40s, em dezembro de 2019.

Em uma publicação em uma rede social, Eric afirmou que a sua intenção com o feito é aumentar a consciencialização sobre a doença que faz parte do dia a dia da sua mãe desde muito cedo. No ano passado, ele chegou a fazer o mesmo tipo de prova empurrando a mãe, mas o tempo ficou acima do recorde – 3min00s30.

– Ainda não consigo acreditar que acabámos de bater o recorde do mundo a empurrar a cadeira de rodas da minha mãe numa maratona. Não tenho palavras, provavelmente é o melhor dia da minha vida. Tínhamos um sonho e realizámo-lo. Mas, como sempre, não estamos sozinhos. Sem o apoio da nossa família, nada disso seria possível – escreveu Eric em sua página do Instagram.

Sílvia Roldan tem esclerose múltipla há 17 anos. A doença causa distúrbios de comunicação entre o cérebro e o corpo, afetando funções vitais como a fala e o caminhar. Recentemente, a espanhola ainda travou longa batalha contra a Covid-19, o que deu ainda mais motivação a Eric para realizar o feito.