Justiça determina que Jamilzinho permaneça no RDD no presídio federal do RN por 360 dias

O corregedor da penitenciária federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte, Walter Nunes da Silva Júnior, reafirmou em documento encaminhado a 1ª Vara de Execuções Penais de Campo Grande, a inclusão definitiva do empresário Jamil Name Filho, o Jamilzinho, na unidade pelo prazo de 360 dias, contados a partir de 12 de outubro deste ano até 5 de outubro de 2020.

Silva Júnior determinou ainda que por todo o período em que estiver na unidade, Jamilzinho fique no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD). Nesse regime ficarão em celas individuais, com limitações ao direito de visita e do direito de saída da cela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui