Jovens se aglomeram na Praça Roosevelt, no Centro de São Paulo, e polícia é chamada para fazer dispersão

A Polícia Militar de São Paulo foi acionada para conter uma aglomeração na Praça Roosevelt, no Centro de São Paulo, na noite deste sábado (17). Pessoas sem máscaras e sem respeitar o distanciamento social estavam no local. Neste domingo (18), jovens voltaram a se reunir no local.

Atualmente, a cidade está na fase de transição do plano São Paulo de combate à disseminação do coronavírus, uma etapa criada entre a fase vermelha e a laranja e que autorizou a abertura de comércios e atividades religiosas em horários reduzidos de funcionamento a partir deste domingo (18) em todo o estado. Aglomerações, no entanto, continuam proibidas.

Jovens, a maioria sem máscara, se aglomeram na Praça Franklin Roosevelt, no Centro de São Paulo, neste domingo (17) — Foto: Nelson Antoine/Estadão Conteúdo

Jovens, a maioria sem máscara, se aglomeram na Praça Franklin Roosevelt, no Centro de São Paulo, neste domingo (17) — Foto: Nelson Antoine/Estadão Conteúdo

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP) informou que recebeu uma série de chamados denunciando o acúmulo de pessoas no local. Com a chegada dos agentes, alguns frequentadores começaram a dispersar, saindo do local sem causar tumulto. Nenhuma pessoa foi presa e não houve registro de feridos.

Na mesma noite, a polícia também foi acionada para impedir a realização de um baile funk na Zona Leste da cidade.