Inter se obriga a remodelar zaga e terá dupla inédita e reserva em “final” contra o Flamengo

A vitória por 2 a 0 sobre o Vasco no último domingo deu ao Inter a valiosa vantagem de poder ser campeão brasileiro no duelo direto com o Flamengo, neste domingo, às 16h, no Maracanã, pela 37ª rodada do Brasileirão. Mas também trouxe um efeito colateral que obriga o técnico Abel Braga a remodelar sua defesa para o confronto decisivo em solo carioca.

O treinador se vê forçado a escalar uma dupla de zaga inédita e reserva na temporada para tentar frear o melhor ataque do Brasileirão, com 65 gols. Sem Víctor Cuesta, suspenso, restam apenas garotos que não são as primeiras opções para a posição ou a improvisação de um volante na função.

O Inter é líder do Brasileirão com 69 pontos. O Flamengo é vice-líder, com 68. O Colorado joga por uma vitória para ser campeão já neste domingo, no Maracanã.

Lucas Ribeiro, em ação pelo Inter contra o Vasco — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

Lucas Ribeiro, em ação pelo Inter contra o Vasco — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

O argentino recebeu o terceiro cartão amarelo em São Januário por um pênalti cometido em Germán Cano já no segundo tempo. O árbitro Flávio Rodrigues revisou a jogada no VAR e manteve a decisão, para revolta colorada com a arbitragem.

O outro titular da zaga é Rodrigo Moledo. E ele está fora da temporada após romper o ligamento cruzado posterior do joelho direito. Sua ausência fez quase triplicar o número de gols sofridos.

Abel não conta, portanto, com nenhum de seus titulares preferenciais. Substituto de Moledo, Lucas Ribeiro virou o dono da posição e tem presença garantida na decisão.

Antigo titular com Eduardo Coudet, Zé Gabriel é o principal candidato para a vaga de Víctor Cuesta. Pedro Henrique e Matheus Jussa – principalmente – correm por fora na disputa. Abel pode optar por improvisar Rodrigo Lindoso na função. Mas essa alternativa é pouco provável.

O certo é que o escolhido formará uma dupla de zaga titular inédita na temporada. Será a 11ª formação diferente para a posição. Além do entrosamento, o escolhido ainda terá de lidar com a falta de ritmo de jogo.

Tudo isso, na partida mais importante do ano. E com a missão de parar o melhor ataque do Brasileirão, com Gabigol, Bruno Henrique e companhia e seus 65 gols marcados.

Das alternativas à disposição, Zé Gabriel é quem mais atuou na temporada. O zagueiro fez 35 jogos, dos quais 28 como titular – cinco deles, com Abel.

Zé Gabriel é o substituto provável para Víctor Cuesta — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

Zé Gabriel é o substituto provável para Víctor Cuesta — Foto: Ricardo Duarte/Divulgação Inter

Mas ele não inicia uma partida desde a derrota por 1 a 0 para o Boca Juniors, em 2 de dezembro, pela Libertadores. A última vez em que entrou em campo foi para ser volante no empate em 0 a 0 com o Athletico.

E Zé Gabriel ainda foi expulso por agressão na derrota por 2 a 1 para o Sport. O zagueiro cumpriu suspensão contra o Vasco. Não há data para o julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Pedro Henrique, por sua vez, tem apenas seis jogos como profissional na carreira. O zagueiro não atua desde 28 de outubro, na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

> Os zagueiros à disposição de Abel:

  • Lucas Ribeiro (22 anos)
    12 jogos
    9 jogos como titular
    13 gols sofridos (média de 1,08 gol/jogo)
  • Zé Gabriel (22 anos)
    35 jogos
    28 jogos como titular
    32 gols sofridos (média de 0,91 gol/jogo)
    Não é titular desde 2 de dezembro
  • Pedro Henrique (20 anos)
    6 jogos
    5 jogos como titular
    3 gols sofridos (média de 0,5 gol/jogo)
    Não atua desde 28 de outubro
  • Matheus Jussa (24 anos)
    5 jogos
    4 jogos como titular
    5 gols sofridos (média de 1 gol/jogo)
    Não atua desde 20 de outubro e nunca foi titular como zagueiro

O caso de Matheus Jussa é ainda mais emblemático. Volante de origem, ele chegou para ser zagueiro com Eduardo Coudet, mas foi utilizado quase que apenas como lateral-esquerdo. Ele fez cinco partidas no ano e não atua desde a derrota por 2 a 1 para a Universidad Católica, em 20 de outubro.

E até mesmo o atual titular Lucas Ribeiro tem pouca rodagem. O zagueiro havia atuado apenas por três minutos com o trenador argentino, antes da chegada de Abel. No ano, ele soma 12 jogos, dos quais nove como titular – todos eles ao lado de Víctor Cuesta.

Abel começa a definir seu sistema defensivo nesta terça-feira, na reapresentação do elenco colorado. Com a dupla de zaga totalmente reserva, o treinador espera contar com Rodinei. O Inter tem de pagar uma multa de R$ 1 milhão para poder utilizar o lateral, emprestado pelo Flamengo.

O Colorado é líder do Brasileirão, com 69 pontos. O Flamengo é vice-líder, com 68. O Inter joga por uma vitória neste domingo, às 16h, para ser campeão no Maracanã na partida válida pela 37ª rodada.