Fujimori e Castillo decidem neste domingo quem será novo presidente do Peru

Os peruanos, que tiveram quatro presidentes desde 2018, elegem neste domingo (6) seu novo presidente entre a direitista Keiko Fujimori, do partido Força Popular, e o candidato de esquerda Pedro Castillo, do partido Perú Libre, em uma eleição que gera polarização e temores.

As urnas foram abertas por volta das 7h (local, 9h em Brasília). Por conta das restrições impostas durante a pandemia da Covid-19, os eleitores deverão votar em horários marcados segundo o número final do DNI, documento de identificação, para evitar aglomerações. Idosos, grávidas e outras pessoas do grupo de risco terão horário preferencial de votação no meio da tarde.

O encerramento dos postos de votação está marcado para às 19h (21h em Brasília) e a partir de então os resultados das pesquisas de boca de urna poderão ser revelados.

Quem ganhar terá que buscar acordos em um Congresso fragmentado para evitar que persista a instabilidade dos últimos cinco anos, que provocou a sucessão de três presidentes em cinco dias em novembro de 2020.

Com cidades repletas de propaganda política, os eleitores confrontam suas baixas expectativas no próximo presidente. “Não queremos que o país fique nas mãos de um comunista”, alerta Cecilia Yep, comerciante de 52 anos filha de imigrantes chineses, ao explicar por que apoia pela primeira vez Fujimori.