EUA passam de 2 milhões de doses de vacinas contra Covid aplicadas por dia

Os Estados Unidos ultrapassaram a marca de 2 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 aplicadas por dia, aponta levantamento da Bloomberg sobre o andamento da vacinação em todo o mundo, e o número de casos confirmados voltou ao patamar de outubro.

O país administrou uma média de 2,04 milhões de doses por dia na última semana e chegou a 82,6 milhões de vacinas aplicadas. No mundo inteiro, a média foi de 6,58 milhões de doses por dia na última semana e um total de 279 milhões de vacinas aplicadas.

Assim, os EUA são responsáveis por 31% das doses aplicadas diariamente em todo o mundo e 29,6% de todas as vacinas já administradas. E o país caminha para atingir com facilidade a meta do presidente Joe Biden para o seu começo de mandato.

Motoristas aguardam no acostamento de rodovia para receber a segunda dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em Odessa, no Texas, na terça (2) — Foto: Jacob Ford/Odessa American via AP

Motoristas aguardam no acostamento de rodovia para receber a segunda dose da vacina da Pfizer contra a Covid-19 em Odessa, no Texas, na terça (2) — Foto: Jacob Ford/Odessa American via AP

O presidente americano prometeu aplicar 100 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 nos primeiros 100 dias do seu mandato (o que dá uma média de 1 milhão por dia). O prazo vence em 30 de abril e, no atual ritmo, a meta deve ser atingida em menos de dez dias.

Na terça-feira (2), Biden afirmou que os EUA estão no caminho para vacinar todos os adultos do país até o fim de maio e pediu aos estados que priorizem a vacinação de professores e trabalhadores da educação .

O país está usando desde dezembro as vacinas da Pfizer e da Moderna e já aplicou 24,87 doses a cada 100 habitantes, segundo a Bloomberg. Mais de 16% da população americana já recebeu a primeira dose e mais de 8%, as duas necessárias para a imunização completa.

Nesta semana, os EUA começaram a usar também a vacina da Johnson & Johnson, que é aplicada em dose única. De acordo com a Bloomberg, os EUA devem atingir 75% da população imunizada daqui a seis meses se mantiver o ritmo atual de vacinação.

Vacinação no Brasil e no mundo

Para efeito de comparação, 7,67 milhões de pessoas receberam ao menos uma dose no Brasil e 2,4 milhões já receberam também a segunda, segundo o consórcio de veículos de imprensa. Os números representam 3,6% e 1,1% da população brasileira, respectivamente.

O país tem aplicado uma média de 306 mil vacinas por dia e, no atual ritmo, deve levar 2,7 anos para atingir 75% da população completamente imunizada, segundo estimativa da Bloomberg.

O levantamento também mostra que ao menos 111 países já iniciaram a vacinação. No atual ritmo de imunização global, de 6,58 milhões de doses aplicadas por dia, serão necessários 4,7 anos para vacinar 75% da população mundial.

Redução de casos e mortes nos EUA

País mais afetado do mundo pela pandemia, os EUA têm mais de 28,8 milhões de infectados e 520 mil mortes por Covid-19, segundo a Universidade Johns Hopkins. Mas os números têm melhorado desde o pico de casos e mortes em janeiro.

O país tem registrado menos de 70 mil novos casos diários pela primeira vez em quatro meses (desde meados de outubro), após um pico de 299 mil infectados no dia 2 de janeiro.

Agora, o número diário de infectados está de volta aos níveis anteriores às celebrações do Dia de Ação de Graças, em novembro, e do Natal, quando viagens e aglomerações familiares ajudaram na propagação do vírus no país.

O número de mortes diárias também diminuiu. O país registrou 1.775 óbitos nas últimas 24 horas, após um pico de 4.455 mortes em 12 de janeiro, segundo a Johns Hopkins.

Mas, em meio às boas notícias, alguns estados estão suspendendo as medidas de restrição para conter a pandemia, como a exigência de uso de máscaras, o que Biden chamou de “pensamento neandertal”.