DANIEL SILVEIRA TENTOU TRANCAR INQUÉRITO QUE O INVESTIGA POR CORRUPÇÃO

Daniel Silveira pediu ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) o trancamento do inquérito civil que o investiga pela suspeita de desvio de dinheiro da cota parlamentar, por meio da contratação de um escritório de advocacia de um amigo dele, em Petrópolis.

O caso foi revelado em julho pela coluna. Silveira não comprovou que os serviços pelos quais o escritório recebe R$ 10 mil mensais — já foram pagos R$ 190 mil — tenham sido de fato prestados.

Ao CNMP, Silveira apresentou um pedido para que a investigação do Ministério Público Federal não ocorra. A tendência é que o CNMP não decida sobre o caso, porque foge do escopo de suas atribuições.

O MPF em Petrópolis tenta há oito meses obter respostas do deputado, sem sucesso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui