Volta às aulas tem baixa adesão nas escolas particulares

Criança chegando à escola, limpando as mãozinhas com álcool em gel. (Foto: Henrique Kawaminami)

Com número reduzidos de alunos, diversas medidas de biossegurança e um controle de pessoas nos espaços de ensino, esta segunda-feira (21), é marcada pelo retorno das aulas presenciais nas escolas particulares de Campo Grande.

A Escola Paulo Freire está entre os colégios que já começaram a receber seus alunos. De acordo com a diretora, Adelina Spengler, apenas 20 crianças voltaram ao ensino presencial do período matutino, na parte da tarde a escola pretende receber 48 alunos.

Parcela pequena se comparada ao total de 120 alunos que frequentavam o colégio no período da manhã e 200 durante a tarde. Apesar disso, a diretora acredita que o número irá aumentar durante o passar das semanas. “Os pais vão percebendo que a volta está tranquila e que está dando certo e vão deixando os filhos voltarem aos poucos”, explicou.

Não somente os alunos voltaram de forma escalonada, “os professores também irão retornar conforme a demanda, até porque nós não queremos uma aglomeração de adultos nas salas e pátio do colégio”, explicou a diretora.

Nesta segunda o colégio conta com 12 professores, que além do ensino estão encarregados de tomarem todas as medidas de higienização necessárias, ao todo 55 colaboradores já voltaram com suas atividades presenciais na escola.

Critérios

As vagas da Educação Infantil seguiram a ordem de procura dos pais, que foram até a escola para assinar o termo de consentimento. Este documento é onde os pais se comprometem a seguir todas as regras de biossegurança.

Segundo informou a direção, os técnicos em Enfermagem vão ficar nas dependências da escola até que não precise mais aferir temperatura e usar o álcool em gel, ou seja, por tempo indeterminado.

Dentro das salas, as crianças não vão mais sentar uma em frente da outra, e sim lado a lado, mas respeitando a distância de 1,5m. Os materiais também serão de uso individual que são higienizados depois das aulas e guardados para aquele aluno específico.

Os lanches devem ser embalados pelos pais e guardados na lancheira e apenas o aluno pode manusear. O mesmo vale para as garrafinhas de água, que já vem prontinhas de casa.

No parque, onde antes as crianças brincavam juntas, será permitida somente uma turma de cada vez, e sempre higienizando todos os brinquedos após o uso.