Vice-Prefeita realiza Ação Solidária em prol de abrigos para Crianças

Nos dias em que a temperatura cai, o sentimento de solidariedade só aumenta. Reflexo disso foi a mobilização das alunas de artesanato do Centro Multiuso “O Picolé”, que atenderam ao pedido da vice-prefeita Adriane Lopes para a confecção de peças voltadas para as crianças assistidas pelas duas casas da UAI – Unidade de Acolhimento Institucional.

foto3Com o apoio da Secretaria Municipal de Assistência Social, as alunas produziram toucas, cachecóis, mantas e calças, no total de 123 peças que foram entregues nesta manhã, dia 26 de junho, em uma ação solidária inédita organizada pelo Centro Multiuso – CMU “O Picolé”, que levou o material até as crianças.

A coordenadora do CMU, Ediele Rosalen, falou da mobilização das alunas para a ação solidária. “Incentivamos o talento delas através de um gesto de amor. Quando a vice-prefeita propôs essa parceria para atender bebês e crianças da UAI, aceitamos na hora” – revela. A ação também contou com apoio de vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande, que fizeram doação de mantas.

Para Adriane Lopes, essa doação mostra o comprometimento da população com as causas sociais. “Vamos continuar conscientizando grupos, associações, cooperativas, para que todos nos ajudem a reconstruir Campo Grande. Se cada um fizer uma parte, pequena que seja, vamos conquistar a cidade em que sempre sonhamos viver”, pontua a vice-prefeita.

A Unidade de Acolhimento Institucional faz o acolhimento do público infanto-juvenil, que teve seus direitos violados ou está sob medida protetiva. Essas casas são mantidas pela Prefeitura Municipal de Campo Grande, por meio da SAS. As unidades recebem crianças, de ambos os sexos, de 0 a 11 anos, e adolescentes do sexo feminino, de 12 a 17 anos.

Com a participação de parte do grupo de 40 mulheres que produziu as peças, a coordenadora do CMU aproveitou o evento para destacar a importância em dar continuidade a essas ações. “Esse envolvimento com a causa tornou a ação solidária ainda mais gratificante e emocionante, tanto é que já estamos esperando a próxima. Queremos continuar contribuindo para a sociedade”, completa Ediele.

Quem tiver interesse em contribuir com doações para as unidades de acolhimento podem entrar em contato com a SAS pelos telefones: (67) 3314-4404 e 3314-4408.