Vai ter Choque-Rei! Palmeiras elimina Católica e pega São Paulo nas quartas

Palmeiras confirmou com tranquilidade sua classificação às quartas de final da Copa Libertadores ao vencer a Universidad Católica por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Allianz Parque, pelo jogo de volta das oitavas. Marcos Rocha fez o único gol da partida, dominada por um Verdão que já carregava a vantagem obtida no duelo de ida, no Chile, e que representou a oitava vitória seguida no temporada, entre Brasileirão e Libertadores. Foi quase uma formalidade antes dos dois clássicos que vêm pela frente: o São Paulo, que eliminou o Racing nesta terça, será o rival das quartas. O Choque-Rei, claro, será o assunto das próximas semanas nos dois clubes.

O Palmeiras agora terá dois clássicos contra o São Paulo pela frente, nas semanas de 11 e 18 de agosto – datas exatas a serem definidas pela Conmebol. Certo é que, por ter melhor campanha, o Verdão decidirá o confronto em casa.

Primeiro tempo

Precisando de pelo menos um gol, a Universidad Católica começou o jogo tentando forçar bolas aéreas. Numa delas, Zampedri chegou a ter bela finalização, numa meia-bicicleta, mas Weverton defendeu. Na sequência, o Verdão se organizou e passou a se impor – na primeira boa troca de passes, Scarpa apareceu livre na esquerda e cruzou para Deyverson, que cabeceou e viu a bola passar perto da trave. Pouco depois, em rebote do goleiro Pérez após chute de Wesley, o mesmo Deyverson acertou um voleio no travessão. A pressão continuou com mais duas defesas de Pérez (uma delas de rosto) em finalizações de Wesley e Deyverson. Tudo isso em menos de dez minutos. O controle do jogo e a insistência resultaram em gol aos 35 minutos: após jogada de Wesley pela esquerda, Raphael Veiga acertou a trave, e Marcos Rocha fez no rebote: 1 a 0 merecido.

Marcos Rocha e Felipe Melo comemoram gol do Palmeiras contra Universidad Católica

Marcos Rocha e Felipe Melo comemoram gol do Palmeiras contra Universidad Católica (Foto: Staff Images/Conmebol)

Segundo tempo

O Palmeiras se manteve no controle e quase ampliou o placar com Renan, que exigiu boa defesa de Pérez após cruzamento de Marcos Rocha. A Católica, claramente sem grandes opções, continuou recorrendo às bolas aéreas, que trouxeram alguma dificuldade à defesa palmeirense, mas não chegaram a ameaçar o gol defendido por Weverton. Do outro lado, o Verdão melhorou com a entrada de Dudu, que substituiu Raphael Veiga e conseguiu criar boas jogadas, a melhor delas num passe de calcanhar para Deyverson, que desperdiçou a chance de gol. Antes, Zé Rafael havia parado no goleiro Pérez em chute na pequena área. Nada, porém, que atrapalhasse a tranquila classificação palmeirense.

Dudu, do Palmeiras, contra a Universidad Católica

Dudu, do Palmeiras, contra a Universidad Católica (Foto: Staff Images / CONMEBOL)

Atuações do Palmeiras

CLIQUE AQUI e veja as notas dos jogadores do Verdão.

Deyverson em Palmeiras x Universidad Católica

Deyverson em Palmeiras x Universidad Católica (Foto: Staff Images/Conmebol)

Não será a primeira vez

Palmeiras e São Paulo já se enfrentaram em mata-matas de Libertadores outras três vezes, sempre nas oitavas de final. O Tricolor levou a melhor nas três, em 1994, 2005 e 2006. Agora, a história é outra: atual campeão, o Verdão tentará manter seu status e quebrar um incômodo jejum contra o rival na competição sul-americana.

Marcos Rocha fez o gol da classificação do Palmeiras

Marcos Rocha fez o gol da classificação do Palmeiras (Foto: Staff Images/Conmebol)

Próximos jogos

Antes das quartas da Libertadores, o Palmeiras volta a pensar no Brasileirão e joga sábado contra o Fluminense, às 19h (de Brasília), no Allianz Parque, pela 13ª rodada do campeonato nacional.

 

Voz da Torcida

Para o Bocca, já virou rotina: “Mais uma vitória do Palmeiras”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui