Título da Euro renderá R$ 1,5 milhão para cada jogador da Itália; seleção não desfilará nas ruas de Roma

Além da glória de conquistar uma Eurocopa e fazer a Itália ressurgir no futebol mundial após decepcionantes campanhas nos últimos anos, os jogadores da Azzurra vão ganhar uma boa grana pelo título. O triunfo veio no domingo após vitória por 3 a 2 nos pênaltis (empate de 1 a 1 no tempo normal) sobre a Inglaterra, em Wembley.

Segundo o jornal La Reppublica, a Federação Italiana de Futebol (FIGC) recebeu 28,25 milhões de euros (R$ 176 milhões) pela conquista e vai repartir esse montante entre o elenco e comissão-técnica, com os jogadores recebendo 250 mil euros cada um (cerca de R$ 1,5 milhão).

A delegação da Itália desembarcou em Roma nesta manhã de segunda-feira e foi recebida por cerca de 200 torcedores no aeroporto de Fiumicino. Mais tarde, os jogadores foram recebidos pelo presidente da Itália, Sergio Mattarella, no Palácio do Quirinale. Posteriormente, Mario Draghi, primeiro-ministro do país, também se encontrou com os Azzurri no Palazzo Chigi, a sede do Conselho de Ministros e sua residência oficial.

Bonucci saúda torcedores no Palácio do Quirinale após encontro com presidente da Itália — Foto: REUTERS

Bonucci saúda torcedores no Palácio do Quirinale após encontro com presidente da Itália — Foto: REUTERS

Presidente da Itália recebe a Azzurra campeã da Euro — Foto: REUTERS

Presidente da Itália recebe a Azzurra campeã da Euro — Foto: REUTERS

No entanto, de acordo com a emissora Sky Sport Italia, não haverá desfile da vitória para evitar aglomerações. As autoridades locais não deram luz verde e parece improvável que os azzurri recebam autorização para comemorar nas ruas para evitar aglomerações por conta do coronavírus.

Em 2006, a Itália voltou a Roma após vencer a Copa do Mundo da Alemanha e mais de 1 milhão de pessoas compareceram ao Circo Massimo para assistir aos Azzurri e comemorar com eles.

A delegação da Itália desembarcou em Roma nesta manhã de segunda-feira e foi recebida por cerca de 200 torcedores no aeroporto de Fiumicino. Mais tarde, os jogadores foram recebidos pelo presidente da Itália, Sergio Mattarella, no Palácio do Quirinale. Posteriormente, Mario Draghi, primeiro-ministro do país, também se encontrou com os Azzurri no Palazzo Chigi, a sede do Conselho de Ministros e sua residência oficial.

Bonucci saúda torcedores no Palácio do Quirinale após encontro com presidente da Itália — Foto: REUTERS

Bonucci saúda torcedores no Palácio do Quirinale após encontro com presidente da Itália — Foto: REUTERS

Presidente da Itália recebe a Azzurra campeã da Euro — Foto: REUTERS

Presidente da Itália recebe a Azzurra campeã da Euro — Foto: REUTERS

No entanto, de acordo com a emissora Sky Sport Italia, não haverá desfile da vitória para evitar aglomerações. As autoridades locais não deram luz verde e parece improvável que os azzurri recebam autorização para comemorar nas ruas para evitar aglomerações por conta do coronavírus.

Em 2006, a Itália voltou a Roma após vencer a Copa do Mundo da Alemanha e mais de 1 milhão de pessoas compareceram ao Circo Massimo para assistir aos Azzurri e comemorar com eles.