Técnico diz que Jon Jones não se empolga por luta contra Miocic: “Ele quer o maior de todos”

Se depender do técnico Mike Winkeljohn, Jon Jones só lutará no peso-pesado se for contra o atual campeão, o camaronês Francis Ngannou. Em entrevista ao site “Submission Radio”, o treinador admitiu que Jones não se interessa por uma eventual luta contra Stipe Miocic, como foi ventilado por Dana White recentemente. Segundo ele, o ex-campeão do peso-meio-pesado não precisa de um duelo para adaptação à nova categoria.

Jon Jones deseja estrear no peso-pesado disputando o cinturão, segundo seu treinador, Mike Winklejohn — Foto: Getty Images

Jon Jones deseja estrear no peso-pesado disputando o cinturão, segundo seu treinador, Mike Winklejohn — Foto: Getty Images

– Essa luta realmente não me empolga. Eu presumo – não tem nada a ver com o que me empolga ou não, mas se eu estivesse do lado de fora, pensaria a mesma coisa. E acho que também não empolga Jon. Acho que ele quer o grande desafio. E, hoje, Stipe não é esse desafio. Stipe é incrível, não me interpretem mal, mas Jon quer o maior desafio que existe. É assim que ele pensa. Não faz sentido. O que faz sentido é ir atrás do título, porque honestamente, Jon é o melhor peso-por-peso de todos os tempos. Por que ele aceitaria uma luta normal? A menos que sentíssemos que precisávamos disso para nos acostumar com seu novo corpo. E eu não acho que vamos precisar disso. Jon já está se acostumando com seu novo tamanho. Não há necessidade de dar um passo a mais. Jon está pronto, ele quer o desafio.

Para Winklejohn, mesmo com os problemas que existem entre Jon Jones e o UFC para que a luta seja marcada, ela acabará acontecendo, porque tanto Jones quanto Ngannou querem que ela aconteça, mesmo que leve algum tempo.

Francis Ngannou é o adversário que Jon Jones quer para a sua estreia na nova categoria — Foto: Getty Images

Francis Ngannou é o adversário que Jon Jones quer para a sua estreia na nova categoria — Foto: Getty Images

– Eu acho que sim. Os dois sabem o que estão fazendo. Pode demorar, mas vai acontecer. Pesos-pesados ​​podem lutar por muito tempo. Honestamente, Jon poderia tirar três ou quatro anos de folga e ainda voltar no peso-pesado. O problema é que o esporte continua mudando e os lutadores estão melhorando a cada ano. No início, estava mudando pouco, havia uma espécie de desaceleração da curva de subida, e você tem que ficar por dentro das novas técnicas que estão aparecendo. Mas os pesos-pesados ​​estão lutando até ficarem mais velhos, então acho que o tempo jogando a favor de Jon.

Perguntado se Jones aceitaria enfrenar Cyril Gane, caso ele vencesse Ngannou na unificação do cinturão dos pesados do UFC, o treinador admitiu que essa possibilidade seria frustrante, mas acredita que o americano não se oporia a encarar o francês, caso ele venha a se tornar o campeão.

– Acho que seria decepcionante, sem dúvida nenhuma. Isso não significa que Jon não aceitaria o novo desafio. Mas seria uma pena. Ao mesmo tempo, talvez não. Talvez esse seja um desafio ainda melhor em alguns aspectos.