Steve Bannon, guru de Bolsonaro e seus filhos, defende isolamento contra coronavírus

Em entrevista à rede ultraconservadora Fox News, na noite do último sábado (28), Steve Bannon, que foi durante a campanha eleitoral o principal conselheiro de Donald Trump e é o “guru” do clá Bolsonaro, defendeu o isolamento social no combate ao coronavírus. Steve Bannon: Trump Will Want To Increase The Lockdown” (“Steve Bannon:Trump irá aumentar o isolamento obrigatório”).

Com a entrevista de Bannon, Bolsonaro, que já havia sido abandonado pelo próprio Trump, fica numa situação de isolamento total com sua defesa do fim do isolamento social para “reativar a economia”, desconsiderando as mortes decorrentes da pandemia.

Steve Bannon afirmou prever que o presidente Trump dotará medidas cada vez mais duras de isolamento na medida em que a pandemia avanças nos EUA, como condição para a volta à normalidade.

“Ninguém deve perder um emprego, nenhuma empresa deve sair do negócio. Temos que ajudar as pequenas empresas, os empreendedores para fazerem a travessia”, disse. Ele afirmou que o isolamento pode encurtar os prazos para a nomalização do país: “Se você tiver que passar pelo inferno, passe o mais rápido possível”.