Siga cobertura ao vivo: Olimpíadas de Tóquio são adiadas para 2021

Michael Phelps: “Não consigo imaginar o que se passa na cabeça dos atletas nesse momento”

Maior medalhista olímpico de todos os tempos, Michael Phelpes revelou preocupação com a saúde mental dos atletas após o adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021. Em entrevista à agência AP, o americano afirmou que “não consegue imaginar o que se passa na cabeça dos atletas nesse momento”.

– Há uma onda de emoções. Não consigo imaginar o que esses atletas estão passando agora – disse Phelps.

Paralelamente à preocupação com os atletas, o americano revelou um alívio com o adiamento da Olimpíada de Tóquio em meio à pandemia do novo coronavírus.

– Honestamente, meu primeiro pensamento foi que fiquei aliviado. Agora temos mais uma chance de vencer esse momento difícil para todos – concluiu.

Palavras de Bach

Presidente do COI, Thomas Bach divulgou um vídeo para os atletas após o adiamento das Olimpíadas de Tóquio:

– Queridos atletas, vocês podem ter certeza que conseguem tornar seu sonho olímpico real – afirmou o dirigente.

– Foi a decisão mais acertada porque estão olhando por nossa saúde e isso é o mais importante neste momento. Com certeza nossa rotina, nossos treinos mudaram completamente. Mas o foco é o mesmo e vamos continuar treinando muito rumo a Tóquio 2021. Faço um apelo para que vocês fiquem em casa e a gente consiga vencer esse vírus o quanto antes – disse a atleta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui