Senador Nelsinho Trad oficializa pedido para reativar Parlamento Amazônico

Primeira reunião de discussão entre oito países que têm a Floresta Amazônica será em 21 de maio

O presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), senador Nelsinho Trad (PSD/MS), entregou nesta quinta-feira ofício à secretária geral do Conselho da Organização do Tratado da Cooperação Amazônica, Maria Alexandra Moreira Lopez, para reativar o Parlamento Amazônico (Parlamaz). “Nós vamos realizar no dia 21 de maio a reunião”, destacou o senador Nelsinho Trad.

Desde 1989, foi criado o Parlamento Amazônico que envolve oito países (Brasil, Bolívia, Colombia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela) ligados ao território do Amazonas, no norte do País. Mas, há pelo menos cinco anos, o Parlamaz encontra-se desativado. Mesmo não sendo parlamentar da região norte, o senador Nelsinho Trad foi convocado por embaixadores dos países que têm a Floresta Amazônica em seu território num encontro do fim do ano passado para batalhar por essa causa. “Precisamos ter esse grupo para garantir a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável do bioma amazônico. Os problemas de lá são parecidos com o do meu Estado que tem o Pantanal e enfrenta o desmatamento, as queimadas”, explicou o senador.

A partir desse encontro, o senador vem articulando a ideia e, também, convencido de que é preciso preservar o território amazônico e mudar a visão dos europeus sobre o Brasil. “Há uma péssima imagem do Brasil. Eles se sentem mesmo um pouco detentores da Amazônia, por defenderem ser o pulmão do mundo”, disse o senador.

Segundo o senador Nelsinho Trad, a proposta já foi encaminhada ao Palácio do Planalto. “Nos próximos dias, vou tratar do assunto com o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, que passou a ser o responsável no governo pela comunicação de assuntos relacionados à Amazônia”, destacou o senador.

Para a secretária da cooperação, Maria Alexandra, reativar o fórum internacional de discussão que reúne os países que integram a cooperação amazônica é bem vindo. “Certamente este é um norte na organização do tratado de cooperação amazônica com os representantes dos 8 países membros. Nós recebemos da melhor forma essa sua iniciativa de reativar este parlamento. Conte com a secretaria permanente para o trabalho a ser realizado”, afirmou a secretária para o senador Nelsinho Trad.​