Secretário da Saúde de SP diz que não há epidemia de gripe no estado e descarta campanha extra para aumentar cobertura vacinal

O secretário da Saúde de São Paulo, Jean Gorinchteyn, afirmou que o estado não vive uma epidemia de gripe e descartou a realização de uma campanha de bloqueio vacinal para conter a doença. As declarações foram feitas em entrevista exclusiva ao g1 nesta sexta-feira (17)

“Os dados que temos não dão robustez para dizer que vivemos um momento pandêmico ou epidêmico, ou um surto [de gripe], e nem a necessidade neste momento de fazermos a vacinação”, declarou o secretário.

 

Até o início de dezembro, somente 55,5% do público alvo da campanha de vacinação contra a gripe havia se vacinado no estado. A meta do governo era 90%.