Saiba a história da Morada do Baís

O edifício hoje conhecido como Morada dos Baís foi construído em etapas, entre os anos de 1913 e 1918, para abrigar a família do italiano Bernardo Franco Baís. Segundo fontes orais, o projeto para o sobrado teria sido de responsabilidade do Eng. João Pandiá Calógeras e a construção teria ficado a cargo de um italiano chamado Mathias e acompanhada pelo próprio Bernardo Baís. Ainda na época de sua construção, no mesmo terreno, foi construída uma edificação térrea e linear com vários compartimentos que abrigava o setor de serviços, além de contar com uma área de jardim que ocupava praticamente toda a quadra (SILVA, 1985).
Na época da construção do sobrado, a Avenida Afonso Pena, a oeste, encerrava nas imediações da edificação, sendo prolongada apenas com a chegada dos quartéis no início dos anos de 1920. O edifício foi o primeiro sobrado da Avenida Afonso Pena, o primeiro sobrado em alvenaria de tijolos e o segundo sobrado no contexto urbano. A história oral local afirma que seu proprietário, Bernardo Baís, solicitou ao engenheiro da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, responsável pela construção, para que fosse alterado o traçado da ferrovia para que a mesma passasse em frente ao casarão, fazendo então uma curva em planta, pedido que foi acatado pelo então engenheiro, porém o fato não se pode comprovar, pois talvez tal curva já fosse prevista desde o início em decorrência das áreas de várzea que os trilhos deveriam vencer para que conseguisse alcançar a oeste, saída para Corumbá.
A personalidade mais representativa nas artes em Campo Grande, Lydia Baís, filha de Bernardo Baís, morou no sobrado durante alguns anos. Em uma de suas passagens pelo edifício, provavelmente na década de 1930 (MARTINS, 2003), a artista pintou alguns afrescos nas paredes internas do edifício, pinturas essas que sobreviveram ao tempo e ainda permanecem nas paredes do edifício. O acervo da artista foi doado para a população do estado de Mato Grosso do Sul, por meio da Fundação de Cultura, tombado em 1998 em nível Estadual pela resolução/SECE.
Bernardo Franco Baís faleceu em 1938 e, por ironia do destino, atropelado pela Maria Fumaça que tanto amava.O tombamento ocorreu em 4 de julho de 1996
Pode ser uma imagem de céu

Alex do Som

Empreendedor(a)
💽 DJ
🙏 Cristão
📈 Empresário
🌐 Campo Grande – Ms
👫 Alex da Camila
👧👧🧒