Sábado teve frentes de roçada, instalação de câmeras, tapa buraco e recapeamento

Seguindo cronograma de trabalho, a Prefeitura não parou neste sábado (25), e manteve as frentes de serviços e manutenção em todas as regiões de Campo Grande. Durante todo o dia estão sendo realizados serviços de tapa buraco, roçada de canteiros centrais, recapeamento de vias e instalação de câmeras.

“Nós não podemos deixar de pensar na população e trabalhar pela qualidade de vida e melhoria dos serviços públicos independente dos dias. As pessoas não deixam de usar as ruas, o centro, as calçadas porque é final de semana ou feriado e pensando nisso nós temos conseguido manter os trabalhos da Prefeitura de segunda a segunda”, explicou o prefeito Marquinhos Trad.

Na Rua Bahia teve continuidade a implantação de drenagem, antecedendo o recapeamento. O serviço está em andamento na Rua 13 de Maio que receberá asfalto novo no trecho de 1,4 km entre as avenidas Eduardo Zahran e Fernando Correa da Costa.

“Eu creio que vai melhorar muito pra gente por questão de viabilização de tráfego mesmo, essa rua estava precisando bastante e em relação ao comércio, acho que com a melhora da malha, melhora também o fluxo de veículos e conseqüentemente aumenta também o movimento do comércio da região”, disse o empresário Ed Augusto Alves Araujo.

Na 14 de Julho prossegue a instalação de câmeras de monitoramento, trabalho que já chegou a esquina com a Rua 15 de Novembro e se estenderá até Avenida Mato Grosso. Serão instaladas 17 câmeras de última geração, com tecnologia para fazer reconhecimento facial quando houver uma central de monitoramento montada pelas forças de segurança pública.

“A 14 está muito linda e agora com mais policiamento durante o dia e a noite e principalmente com a instalação das câmeras, nós nos sentimos mais seguros e a vontade de vir para o centro consumir e passear”, contou Elenir Campos dos Santos.

Com a trégua da chuva, na manhã deste sábado (4), 50 trabalhadores foram a campo para roçada e capina dos canteiros centrais de várias avenidas. O trabalho abrangeu avenidas como a Guaicurus, Lúdio Coelho e  Santa Luzia.

Nesta época do ano, quando normalmente chove quase diariamente, o intervalo entre uma manutenção e outra dos canteiros e das 180 praças existentes na cidade, é reduzido de 45 para 30 dias. Com o tempo úmido, o ciclo de crescimento da vegetação é acelerado.

Segundo o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese, de segunda a sexta-feira a estrutura de manutenção mobiliza mais de 600 trabalhadores. A poucos dias do início do ano letivo, uma das prioridades é a limpeza do entorno e do pátio de 200 escolas da rede municipal de ensino.

A manutenção da drenagem é outra preocupação. Em média estão sendo limpas 2 mil bocas de lobo por mês e feitos reparos em 25 solapamentos. O objetivo é melhorar a captação e escoamento da enxurrada.