Resumo do MMA: luta reinicia sem árbitro e nocaute é anulado

Esta é nova e aconteceu, é claro, na Rússia, onde tudo de mais inusitado acontece no MMA. Durante o ACA Young Eagles desta segunda-feira, na Chechênia, o confronto entre Rustambek Amanbaev e Saikhan Dzhabrailov terminou em nocaute, mas o resultado foi anulado porque o árbitro ainda não tinha reiniciado o combate.

O duelo peso-leve chegou ao terceiro round. Quando o árbitro mandou os segundos deixarem o cage, os dois lutadores nem aguardaram a porta fechar ou o juiz autorizar o reinício: se cumprimentaram e entraram na trocação franca. Quando o árbitro notou e tentou entrar no meio, Amanbaev já tinha nocauteado Dzhabrailov.

Como a luta não estava autorizada a recomeçar e não havia condições de permitir que Dzhabrailov retornasse após sofrer um nocaute, o combate foi anulado e anotado como “No Contest” (sem resultado).

Outro momento duvidoso do Young Eagles nesta segunda-feira foi na luta entre Ramazan Yuzyasharov e Ali Khadashev. O primeiro estava em pé e o adversário, deitado, e soltou um chute que pegou em cheio nos “países baixos”. Yuzyasharov acabaria vencedor por decisão unânime.

Mas não foi só de lances bizarros que se fez o Young Eagles. Teve muitos nocautes incríveis. Olha este chutaço alto acertado por Alimkhan Dzhamulaev contra Vadim Dzhigkaev no segundo round.

E a bomba de direita de German Kokaev no primeiro round contra Abubakar Temirgereev.

Teve ainda o “Buggy choke” de Ibrakhim Askhabov, uma espécie de triângulo usando pernas e braços, para finalizar Georgiy Tsugkiev no terceiro round.

Brasileiros brilham no ACA 121

 

Em Belarus, o ACA 121 aconteceu na última sexta-feira. Quatro brasileiros entraram em ação e três saíram vitoriosos. Ex-UFC, Hacran Dias bateu o russo Amirkhan Adaev por decisão unânime. Herdeson “Capoeira” Batista venceu Lukasz Kopera por nocaute técnico – o médico o julgou incapaz de voltar para o terceiro round. E Maycon Silvan finalizou Osimkhon Rakhmonov no primeiro round com uma guilhotina.

Cleverson Silva foi o único brasileiro a sair derrotado do evento. Ele perdeu por decisão unânime para o russo Khaseyn Shaykhaev. Na luta principal, Magomedrasul Gasanov se sagrou campeão dos pesos-médios ao derrotar o búlgaro Nikola Dipchikov por nocaute técnico a 1m33s do segundo round.

Grandes nocautes e finalizações pelo mundo

 

Confira esta chave de joelho de Zhanbolat Kurmashev contra Duman Nurtleuov no Bushido Qazaqstan FC.

Em Moscou, o AMC Fight Nights chegou à sua 100ª edição, que foi coroada com um nocautaço imposto pelo russo Vagab Vagabov no brasileiro Éder de Souza no segundo round.

No México, o ex-UFC Wilson Reis acabou nocauteado em 16 segundos pelo compatriota Adonilton “Donny” Matos no Budo Sento Championship.

Ali Magomedov encaixou um triângulo voador contra Islam Abuev no EFC: Selection 2, no Daguestão.

No Bellator 256, Jaylon Bates fechou uma guilhotina só com um braço contra Jeffrey Glossner no segundo round.

Que tal o chute rodado certeiro de Dilovar Chuponov no Fighting Network League?

Teve nocaute brutal também no MMA amador. Kevin Pretorius acertou essa bomba de direita que apagou Nasiphi Vellem no MMASA.