Rainha Elizabeth II completa 95 anos no 1º aniversário sem o marido Philip em mais de sete décadas

A rainha Elizabeth II completa 95 anos nesta quarta-feira (21), no primeiro aniversário sem ter ao seu lado o marido príncipe Philip, morto aos 99 anos no início do mês, em mais de 70 anos em que eles estiveram juntos.

A monarca, que já tem o reinado mais longo da história do Reino Unido, deverá manter uma celebração privada no Castelo de Windsor apenas com familiares mais próximos.

A família real ainda cumpre até sexta-feira (23) com um período de luto, mesmo após o funeral de sábado (17) que marcou o fim do luto oficial decretado pelo governo britânico.

Filhos e netos da rainha, incluindo o príncipe Harry que ainda não voltou aos Estados Unidos, deverão estar ao lado da monarca na primeira das duas datas anuais de seu aniversário.

Rainha Elizabeth II chega a Capela de São Jorge para o funeral do esposo príncipe Philip em 17 de abril de 2021 — Foto: Jonathan Brady/Pool/Reuters

Rainha Elizabeth II chega a Capela de São Jorge para o funeral do esposo príncipe Philip em 17 de abril de 2021 — Foto: Jonathan Brady/Pool/Reuters

Dois aniversários

 

Elizabeth II nasceu em 21 de abril de 1926 com o nome de Elizabeth Alexandra Mary e se tornou rainha aos 25 anos de idade, em 1952, com a morte repentina do pai, o rei George VI.

Nesta data então é comemorado o aniversário da rainha, mas a cerimônia oficial é realizada apenas em junho. É possível dizer que ela tem direito a dois aniversários.

Isso acontece porque em 1748, o rei George II decretou que todo segundo sábado de junho – quando já é verão no Reino Unido – seja o dia oficial de celebração do aniversário de monarcas britânicos.

Segundo a emissora BBC, a data foi proposta porque o rei, nascido no inverno, queria comemorar seu aniversário em uma festa pública, com desfiles militares, por exemplo, e por isso optou por uma data no verão europeu.

Cavalaria e banda participam da ‘Trooping the Colour’, tradicional parada militar em homenagem ao aniversário da rainha Elizabeth, em 9 de junho de 2018 — Foto:  Peter Nicholls/ Reuters/Arquivo

Cavalaria e banda participam da ‘Trooping the Colour’, tradicional parada militar em homenagem ao aniversário da rainha Elizabeth, em 9 de junho de 2018 — Foto: Peter Nicholls/ Reuters/Arquivo

Aniversário na pandemia

 

Essa é a segunda vez que o aniversário de Elizabeth II é celebrado dentro das restrições impostas por causa da pandemia do coronavírus.

Tradicionalmente, o aniversário da monarca é saudado com disparos de canhão no Hyde Park, na Torre de Londres e em Windsor, mas, a exemplo do ano passado, não há celebrações oficiais.

É a segunda vez, em seu reinado de 69 anos, que a homenagem não acontece. As celebrações de junho também foram canceladas, informou um porta-voz do Ministério da Defesa.

Bisnetos em seguida

 

O aniversário da rainha marca o começo de uma série na família real:

  • na sexta (23) o príncipe Louis completa 3 anos
  • em 2 de maio a princesa Charlotte faz 6 anos
  • em 6 de maio, Archie – filho de Meghan e Harry – completa 2 anos

 

Rainha Elizabeth II e príncipe Philip posam ao lado dos bisnetos em foto de 2018. Da esquerda para a direita: príncipe George, príncipe Louis (no colo da monarca), princesa Charlotte, Savannah Philips (atrás), Isla Philips, Lena Tindall (colo) e Mia Tindall — Foto: Duquesa de Cambridge/Arquivo Pessoal

Rainha Elizabeth II e príncipe Philip posam ao lado dos bisnetos em foto de 2018. Da esquerda para a direita: príncipe George, príncipe Louis (no colo da monarca), princesa Charlotte, Savannah Philips (atrás), Isla Philips, Lena Tindall (colo) e Mia Tindall — Foto: Duquesa de Cambridge/Arquivo Pessoal

Morte do príncipe Philip

 

Companheiro por 73 anos da monarca, o duque de Edimburgo morreu aos 99 anos no início de abril. Em fevereiro ele havia passado por uma cirurgia cardíaca.

Philip não acompanhava sempre Elizabeth II – ele fez mais de 22 mil eventos só. Em agosto de 2017, ele se retirou da vida pública, apesar de, eventualmente, ainda aparecer em compromissos oficiais.

A última aparição foi em julho do ano passado, numa cerimônia militar no castelo de Windsor, o palácio onde ele e a rainha decidiram permanecer durante o período de Covid-19.

O casal teve quatro filhos, o príncipe Charles, a princesa Anne, e os príncipes Andrew e Edward.