Projetos de Lei mudam a classificação do setor e propõem imunizar trabalhadores de restaurantes

A Abrasel MS – Associação de Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul, por meio de seu presidente, Juliano Wertheimer, está acompanhando a tramitação de dois importantes Projetos de Leis, que contribuem com o setor de alimentação fora do lar.

No Projeto de Lei de autoria do presidente da Alems – Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Deputado Estadual Paulo Corrêa, os trabalhadores dos restaurantes seriam enquadrados como prioritários para a vacinação. O entendimento desta necessidade, reforça o que a entidade tem amplamente defendido.

Além disso, no outro Projeto de Lei, que tem como autor o Deputado Estadual Contar, o setor de restaurantes seria classificado como essencial.

Ambos os projetos de lei contribuem com a retomada econômica da alimentação fora de casa e auxiliam na manutenção dos empregos desses trabalhadores.

Para o presidente da Abrasel MS, Juliano Wertheimer, a tramitação com urgência dessas demandas tira do setor o peso e os impactos causados pela pandemia. “Estamos seguindo as restrições há mais de um ano, muitos proprietários de estabelecimentos precisam que sua equipe, seja o caixa, ou o garçom, estejam imunizados para atender aos clientes. Isso traz uma segurança importante para quem quer e precisa trabalhar”.

Juliano também ressaltou o trabalho do Deputado Contar, em tornar essenciais a classificação para os restaurantes. “É uma grande luta e diariamente pontuamos o quão essencial é o restaurante, por uma infinidade de situações. Por isso, este projeto de lei é de suma importância e uma grande vitória para todos nós”.

O presidente finalizou agradecendo e parabenizando os deputados do estado, que se sensibilizaram e estão contribuindo para o resgate econômico do setor e assegurando a saúde do trabalhador. “Nosso agradecimento pelo trabalho que estão realizando. A Abrasel entende a relevância desses projetos e reforça a urgência dessa tramitação”.