Projeto do vereador Otávio Trad que prevê coleta contínua de lixo eletrônico é sancionado e terá ponto de descarte no Paço Municipal

O projeto de autoria do vereador Otávio Trad (PSD), que prevê a implantação do “Programa de Coleta Contínua de Lixo Eletrônico” em Campo Grande, com a criação de postos de coleta em órgãos públicos foi sancionado pela Prefeitura nesta quinta-feira (77). A sanção foi publicada na edição de hoje do no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande).

“O projeto teve início no meu gabinete, onde eu fiz um ponto no meu gabinete de coleta de lixo eletrônico de pequeno porte. Quero agradecer a Prefeitura que entendeu o nosso projeto, a importância desse projeto para a sustentabilidade e para o meio ambiente e, principalmente, para consciência do nosso cidadão”, disse o vereador.

Conforme a Prefeitura, o primeiro ponto de descarte de lixo eletrônico será implementado no Paço Municipal, localizado na Avenida Afonso Pena, nº 3297, no Centro de Campo Grande. “Inicialmente, esse ponto de coleta funcionará em fase de teste e os materiais descartados serão recolhidos por técnicos da Agetec [Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação]”, detalhou.

O programa prevê recolhimento de pilhas e baterias portáteis, baterias chumbo ácido, automotivas e industriais e pilhas e baterias dos sistemas eletroquímicos níquel-cádmio e óxido de mercúrio, além de aparelhos de telefones celulares e lâmpadas. Também prevê a realização de campanhas para conscientizar a população sobre responsabilidade de destino adequado do lixo eletrônico pós-consumo e os riscos à saúde e ao meio ambiente causados pelo descarte inadequado.

 
#PraCegoVer: Na foto, o vereador Otávio Trad, de camisa branca, terno preto e gravata amarela, está usando máscara enquanto fala ao microfone no plenário da Câmara Municipal. O vereador está com a mão direita levantada.