PROCON CAMPO GRANDE FISCALIZOU 991 ESTABELECIMENTOS EM AÇÃO DE CUMPRIMENTO A MEDIDAS CONTRA A TRANSMISSÃO DA COVID-19

O setor de Fiscalização da Subsecretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) atuou efetivamente junto ao comércio de Campo Grande, com o objetivo de reduzir os abusos e orientar tanto consumidores quanto fornecedores a se relacionarem no momento em que convivemos em meio a Pandemia. A ação fiscalizou 991 estabelecimentos em cumprimento a medidas contra a transmissão do coronavírus nas sete regiões de cidade: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo.

Durante o período de 40 dias, o PROCON atendeu 136 denúncias pelo canal 156. 275 estabelecimentos fiscalizados foram bares e 141 conveniências. Também foram atendidas 47 denúncias em choperias, 14 em academias, 9 quadras de futebol e 13 festas clandestinas.

A equipe atuou fiscalizando 76 supermercados e hipermercados atacadistas na Capital, os quais foram orientados sobre as normas de biossegurança e atendendo as exigências de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

O Subsecretário Thiago Almeida reforça a importância dessas ações, e esclarece que o intuito não é prejudicar nenhum comerciante e sim orientá-los em como cumprir as normas que asseguram o consumidor.

A operação contou com o apoio da Vigilância Sanitária, Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e a Guarda Municipal (Guarda Civil Metropolitana). Esta última fiscalizando o fechamento de 391 estabelecimentos em cumprimento do toque de recolher na Capital.