PRIMEIRA ACADEMIA PÚBLICA DE MUSCULAÇÃO DE CAMPO GRANDE COMPLETA QUATRO ANOS DE FUNCIONAMENTO

Há quatro anos, nesta mesma data, dia 13 de maio, a população de Campo Grande recebia a primeira academia pública de musculação. Funcionando no estilo “estúdio”, a unidade foi instalada no Parque Ayrton Senna. O projeto é uma parceria da Fundação Municipal de Esportes (Funesp) e da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb).

Por conta da pandemia e a instalação do drive thru de vacinação Covid-19 no Parque Ayrton Senna, a academia está temporariamente desativada. O coordenador de atividades do parque, Alex Manoel, explica que a turma mescla atendimento de idosos e jovens. “Atualmente, estamos atendendo com oficinas de treinamento funcional para alguns alunos que faziam uso da sala e dos equipamentos”, disse.

Embora a suspensão de atendimento de musculação na academia, em contrapartida, durante as restrições sanitárias impostas para ambientes fechados e de uso coletivo, cresce cada vez mais a procura por treinos ao ar livre em praças e parques municipais.

Conforme o setor de gerência de atividades sistemáticas da Funesp, a procura tem sido significativa desde a flexibilização. As oficinas presenciais estão funcionando com limite de 40% na capacidade máxima, não podendo ultrapassar o limite de 50 pessoas.

“Nós percebemos que cada vez mais a nossa população está preocupada com o bem-estar. Estamos trabalhando para cada vez mais aumentar as oportunidades de atividades físicas nas nossas praças e parques, com toda a biossegurança necessária”, assegura o diretor-presidente da Fundação, Claudinho Serra.

A segunda academia do mesmo estilo, instalada no Parque Jacques da Luz, continua recebendo moradores de segunda a sexta-feira, das 6h às 11h e das 16h às 21h. Antes das regras de biossegurança contra o vírus, a unidade atendia cerca de 12 moradores por hora, agora, com as normas vigentes por decreto, o espaço é utilizado por até 5 pessoas no mesmo horário.

Academias ao ar livre

Além da musculação em estúdio, os parques, praças, centros olímpicos e comunitários também oferecem alternativas para malhar em academias ao ar livre. São 17 unidades com atividades liberadas. Para não gerar aglomeração e manter a higienização dos locais, cada academia tem um horário diferente.

Confira os locais:

Parque Ayrton Senna

  • Terça e quinta-feira: 6h às 7h
  • Segunda a sexta-feira: 7h05 às 8h05
  • Segunda, quarta e sexta-feira: 16h às 17h;

Centro Comunitário Recanto dos Rouxinóis

  • Segunda, quarta e sexta-feira: 16h30 às 17h30;

Centro Olímpico Rui Jorge da Cunha

  • Segunda e quarta-feira: 16h30 às 17h30;

Praça Itanhangá

  • Terça e quinta-feira: 6h30 às 7h30;

Associação dos Moradores Maria Aparecida Pedrossian

  • Segunda e quarta-feira: 6h30 às 7h30;

Associação de Moradores Jardim Bonança

  • Terça e quinta-feira: 17h às 18h;

Praça Brasilina de Aguiar

  • Segunda e quarta-feira: 6h15 às 7h15;

Jardim Petrópolis

  • Terça e quinta-feira: 17h às 18h;

Praça Belmar Fidalgo

  • Terça e quinta-feira: 6h às 8h e 16h às 17h15
  • Segunda, quarta e sexta-feira: 7h às 8h
  • Quarta e sexta-feira: 8h15 às 9h15
  • Sexta-feira: 8h30 às 9h30;

Orla Morena

  • Segunda , quarta e sexta -feira: 6h às 7h
  • Segunda a sexta-feira: 8h às 9h;

Praça Camilo Boni

  • Segunda, quarta e sexta-feira: 6h30 às 7h30;

Praça e Associação dos Moradores José Carlos da Silva

  • Segunda-feira: 6h às 7h
  • Terça a sexta-feira: 7h às 8h;

Parque Sóter

  • Segunda , quarta e sexta -feira: 7h às 8h
  • Terça e quinta-feira: 17h30 às 18h30
  • Segunda e quarta-feira: 20h às 21h;

Praça Professor José Barbosa Rodrigues

  • Terça e quinta-feira: 7h às 8h, 9h às 10h30 e 17h às 18h;

Praça Vila Margarida

  • Segunda, quarta  sexta-feira: 6h30 às 7h30;

Praça Esportiva Elias Gadia

  • Terça e quinta-feira: 6h às 7h;

Parque Tarsila do Amaral

  • Segunda e Quarta-feira: 6h às 7h e 16h às 17h.