Prefeitura vai investigar concursados e dobrar os plantões dos temporários

Categoria paralisou às 7h desta segunda-feira, contrariando decisão da Justiça

Prefeitura de Campo Grande vai abrir sindicâncias contra médicos concursados que aderiram à greve considerada ilegal pela Justiça na sexta-feira (23). Os servidores podem sofrer sanções caso a investigação conclua que os mesmo descumpriram com as obrigações de funcionários públicos do município.

“Eles [concursados] podem ser punidos administrativamente. Já os contratados não têm por que paralisar”, afirmou Marquinhos Trad na tarde desta segunda-feira (26), sem dizer se também vai punir os médicos que atuam por meio de contratos temporários caso os mesmos estejam paralisados.

 Fonte: CampoGrandeNews (Anahi Zurutuza e Adriano Fernandes)