PREFEITURA LEVA VACINAÇÃO PARA ESCOLAS DA REME; INTUITO É REFORÇAR IMUNIZAÇÃO DO PÚBLICO INFANTIL

Os pontos de vacinação abertos hoje (1°) nas escolas da Rede Municipal de Ensino (Reme) atraíram pais, avós e crianças a partir de 5 anos. A possibilidade de receber a imunização contra a covid-19 mais próxima da residência é o principal atrativo para os moradores dos oito bairros que recebem a ação itinerante.

A iniciativa realizada de maneira conjunta entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) tem por objetivo facilitar o acesso da população ao serviço e, consequentemente, ampliar a cobertura vacinação do Município, sobretudo do público infantil.

Maria Vitória, 7 anos, que estuda na Escola Municipal Professora Arlene Marques Almeida, no Jardim Canguru, foi junto com a avó, Maria de Oliveira Santana, 66 anos, caminhando até a unidade escolar. “A gente mora no Mário Covas, não é longe e não precisamos pegar ônibus”, disse a idosa.

“É uma praticidade ter a vacina praticamente do lado da sua casa, assim a gente não precisa se deslocar. Trouxe meus dois filhos e também aproveitei para tomar a segunda dose que abriu agora”, explicou Graziela Gerbaldo. A filha dela, Ana Vitória, 6 anos, é aluna da Escola Municipal Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista, no Paulo Coelho Machado, e sabe a importância da vacinação. “Tem que vacinar, não doeu nada”, disse a menina logo após ser imunizada.

O prefeito Marquinhos Trad acompanhou durante a manhã a abertura simbólica da vacinação na Escola Municipal Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista, no Paulo Coelho Machado.

“A vacina é a melhor forma de nos protegermos desta doença (Covid-19). E por isso estamos empenhados em vacinar o maior número de pessoas. A vacinação nas escolas vem para somar aos esforços que já vem sendo realizados pelo Município, com o diferencial de ser um ambiente onde as crianças já estão habituadas. Isso também auxilia no acolhimento deste público e facilita para os pais e responsáveis”, diz.

“É uma praticidade ter a vacina praticamente do lado da sua casa, assim a gente não precisa se deslocar. Trouxe meus dois filhos e também aproveitei para tomar a segunda dose que abriu agora”, explicou Graziela Gerbaldo.

Corajosa e determinada, Ana Vitória, 6 anos, filha da Graziela, sabe a importância da vacinação e deixou uma palavra de incentivo para aqueles que têm medo de agulha. “Tem que vacinar, não doeu nada”, disse a menina logo após ser imunizada.

E a segunda dose da vacina para as crianças também será disponibilizada nas unidades escolares, mesmo com o início das aulas da REME de forma 100% presencial a partir do dia 14 de fevereiro.

“Todas as escolas que vão receber os postos de vacinação possuem quadra coberta e local adequado que pode ser usado para continuar disponibilizando a vacina à população. A intenção é facilitar para os pais e para as crianças, que eles não precisem sair do bairro para serem vacinados”, disse a secretária Municipal de Educação, Elza Fernandes.

Nesta terça-feira, a Escola Municipal Nerone Maiolino, no Vida Nova, também será posto de vacinação para todas as faixas etárias. O funcionamento da vacinação nas escolas é das 8h às 16h, com intervalo para almoço das 11h30 às 12h30. A ação é realizada pela Prefeitura de Campo Grande, por meio das secretarias municipais de Saúde (Sesau) e de Educação (Semed).

Duas escolas serão atendidas a cada dia, e até o final da semana a expectativa é que todas as oito instituições escolhidas já tenham atendido à população que mora próximo ao local. “Esperamos vacinar 90 mil crianças antes do início das aulas da REME (no dia 14 de fevereiro). A campanha é para alcançar o maior número possível de crianças imunizadas”, disse o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho.

O cronograma será divulgado diariamente pela Sesau, com possibilidade de haver alterações no decorrer da semana. As equipes seguirão, inicialmente, o seguinte calendário:

02 de fevereiro
E. M Professor José de Souza
E. M Professora Iracema Maria Vicente

03 de fevereiro
E. M José Mauro Messias da Silva “Poeta das Moreninhas”
E. M Geraldo Castelo

04 de fevereiro:
E. M Professor Fauze Gattass Filho
E. M Elpídio Reis

FonteAgência Municipal de Campo Grande