Porto aproveita falhas da Juventus, vence e sai em vantagem na Champions

  • Com um gol relâmpago no início de cada tempo, o Porto venceu a Juventus por 2 a 1 nesta quarta-feira, no Estádio do Dragão, em Portugal, em jogo de ida pelas oitavas de final da Champions. Taremi e Marega marcaram os gols para o time português. O time de Andrea Pirlo sofreu com a marcação rival e a falta de criatividade, mas foi salvo por Chiesa que, aos 36 do segundo tempo, fez o gol que o deixa ainda muito vivo no confronto.

    Jogadores do Porto comemoram gol de Taremi, marcado no primeiro minuto de jogo

    Jogadores do Porto comemoram gol de Taremi, marcado no primeiro minuto de jogo (Foto: Pedro Nunes/Reuters)

  • QUAL A SITUAÇÃO?

    O gol fora de casa alivia a situação da Juventus. As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 9 de março, em Turim. Uma vitória por 1 a 0 dá a vaga nas quartas à Juve. Um triunfo por 2 a 1 dos italianos leva a decisão para a prorrogação. O Porto passa com empate ou derrota por um gol de diferença, desde que marque dois ou mais gols (3 a 2, 4 a 3, etc). As duas equipes voltam a campo na segunda, por suas ligas nacionais: os Dragões visitam o Marítimo na segunda-feira, e a Velha Senhora recebe o Crotone.

  • OS 90 MINUTOS

    Pelo que mostrou em campo, a Juventus saiu com bom resultado. A equipe de Andrea Pirlo teve 66% de posse de bola, mas só criou chances de perigo nos últimos 20 minutos de jogo. Sofreu com erros de passe e foi presa fácil para a marcação do Porto. Os donos da casa abriram o placar no primeiro minuto de jogo. Szczesny saiu jogando com Bentancur, que devolveu fraco para o polonês, e Taremi aproveitou para mandar para as redes.

    Pepe sorri junto de Merih Demiral em Porto x Juventus

    Pepe sorri junto de Merih Demiral em Porto x Juventus (Foto: REUTERS/Pedro Nunes)

    No início da segunda etapa, outro gol relâmpago dos Dragões. Com segundos de bola rolando. Manafá avançou com liberdade pela direita e acionou Marega dentro da área. O malinês dominou e chutou bem com a canhota. A vantagem deixou o Porto tranquilo com a vantagem, mas a equipe não conseguiu manter o ritmo intenso na marcação por muito tempo. Aos 36, Rabiot deu bom passe rasteiro da esquerda, e Chiesa apareceu na direita para finalizar de chapa e marcar o gol salvador da Juve: 2 a 1.

  • CR7 NA BRONCA

    O último lance do jogo foi polêmico. Cristiano Ronaldo foi derrubado por Sanusi na área e pediu pênalti. O árbitro espanhol Carlos del Cerro não marcou e, segundos depois, levou a mão ao ouvido para indicar que escutava o VAR. No entanto, ele encerrou a partida. Os jogadores da Juventus o cercaram e pediram explicações por não ter checado a jogada, mas Del Cerro repetiu várias vezes que os quatro minutos de acréscimos já haviam se encerrado.

    Cristiano Ronaldo discute com o árbitro espanhol Carlos del Cerro em Porto x Juventus

    Cristiano Ronaldo discute com o árbitro espanhol Carlos del Cerro em Porto x Juventus (Foto: Octavio Passos/UEFA via Getty Images)

  • VITÓRIA HISTÓRICA

    Porto e Juventus se enfrentaram pela sexta vez na história em uma competição oficial. Foi a primeira vez que a equipe portuguesa conquistou uma vitória. Antes, os italianos venceram quatro partidas, e houve um empate. A última vez que os dois times se encontraram havia sido nas oitavas de final da Champions de 2016/17. A Juve venceu as duas partidas.

    Marega comemora seu gol contra a Juventus

    Marega comemora seu gol contra a Juventus (Foto: Pedro Nunes/Reuters)

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui