Pavimentação de rodovias, revitalização urbana e entrega de 809 casas compõem investimentos em Anastácio

Governo tem aplicado recursos também na construção de duas pontes de concreto e em obras de esgotamento sanitário para ampliar rede de saneamento no município.

DCIM101MEDIADJI_0144.JPG

A pavimentação da MS-347, em processo de licitação, e a revitalização de uma das principais vias urbanas de Anastácio estão entre os investimentos do Governo do Estado no município que abriga atualmente 24954 habitantes, segundo estimativa do IBGE.

Na área habitacional, o município recebeu 809 casas populares construídas por meio da parceria Prefeitura, Estado e União, realizando o sonho de centenas de famílias.

Os investimentos previstos para a malha rodoviária devem melhorar a segurança, o conforto e as condições de tráfego de quem vive na região. Está prevista a pavimentação asfáltica da MS-345, cujo projeto executivo da obra está em fase de conclusão. Na MS-347, a obra irá compreender um trecho de 28 quilômetros desde Dois Irmãos do Buriti até o entroncamento com a BR-419, em Nioaque.

Na área urbana, a avenida Manoel Murtinho teve projeto de restauração elaborado pela prefeitura para execução da obra pelo Governo do Estado. O projeto prevê restauração completa da via, da BR-262 até o frigorífico da JBS. Serão 1600m² de pavimentação e outros 18540m² de revitalização corretiva e preventiva.

No município, foi entregue pelo governo patrulha mecanizada para atendimento à agricultura familiar; sinalizada a reforma do polo esportivo e a construção de uma ponte sobre o rio Taquarussu, na MS-170. Outra ponte, na MS-170 no trecho entre Anastácio e a MS-347, foi construída para melhorar o acesso dos moradores e produtores da região.

As obras de esgotamento sanitário em Anastácio também vêm recebendo investimentos das administrações estadual e federal, por meio da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). Entre elas está a construção de uma nova estação de tratamento de esgoto com capacidade para tratar 20 litros de água por segundo e a implantação de 4788 metros de rede coletora.