Palmeiras vence o Guarani e segue líder geral do Paulistão

Segue o líder!

O Palmeiras continua passeando pelo Campeonato Paulista. Depois de conquistar o título da Recopa Sul-Americana, o Verdão venceu o Guarani por 2 a 0, neste domingo, no Allianz Parque, e segue como o único invicto e dono da melhor campanha do torneio estadual. Gustavo Scarpa, nos acréscimos do primeiro tempo, marcou de pênalti. Wesley, aos 48 minutos da etapa final, fechou o jogo.

  • A disputa pela vaga

    Com apenas oito jogos disputados, o Palmeiras tem agora 20 pontos na liderança do Grupo C. O Mirassol aparece em segundo, com 16, seguido por Ituano e Botafogo, com 15. Ambos já atuaram mais vezes do que o Verdão. Na classificação geral, São Paulo e Corinthians estão logo abaixo com 17.

  • Bugre também luta

    O Guarani acumula a segunda derrota seguida, mas está em segundo no Grupo A, com 11 pontos, apenas um acima do Água Santa. No sábado, enfrenta a Ferroviária, às 16h, no Brinco de Ouro, em Campinas.

  • Só clássicos pela frente

    O time dirigido por Abel Ferreira tem agora três clássicos seguidos. Na quinta, enfrenta o São Paulo, às 20h30, no Morumbi. O Santos é o rival em seguida, domingo, às 18h30, no Allianz Parque. Depois, pega o Corinthians, dia 17, às 20h30, novamente em casa.

  • Primeiro tempo

    Com a escalação bastante modificada em relação ao time considerado titular, o Palmeiras dominou o primeiro tempo, mas em nenhum momento chegou a pressionar o Guarani. Até abrir o placar, já nos acréscimos, o Verdão teve dificuldade na criação de jogadas. Na melhor oportunidade, aos 21, Atuesta recebeu de Giovani e cruzou da linha de fundo. Ronaldo Alves aparece antes de Navarro e evitou o gol. Muito atrás, o Bugre só assustou aos 25 em um erro de Jailson na saída de bola. Kuscevic travou a finalização de Maxwell. O gol palmeirense saiu aos 50. Maxwell furou ao tentar chutar uma bola pelo alto e acertou Mayke. O árbitro Fabiano Monteiro dos Santos marcou pênalti após ver as imagens no VAR. Scarpa bateu e converteu.

    Gustavo Scarpa comemora o gol em Palmeiras x Guarani

    Gustavo Scarpa comemora o gol em Palmeiras x Guarani (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)

  • Segundo tempo

    O Palmeiras quase aumentou logo no primeiro minuto. Veron disparou pela esquerda e cruzou rasteiro. Ronaldo Alves desviou para trás na direção do gol, mas Maurício Kozlinski salvou o Guarani com o pé direito. Veron, aos 12, apareceu livre na área, tocou na saída do goleiro e parou no corte de Derlan. O jogo, então, ficou mais aberto. O Guarani respondeu aos 13, com Maxwell cruzando da linha de fundo, porém, sem ninguém para completar. Mateus Ludke parou em ótima defesa de Weverton após cabeceio. Abel colocou Veiga e Dudu e deu mais qualidade ao time. Aos 25, o atacante parou em ótima defesa do goleiro bugrino. Weverton salvou do outro lado em chute de Nicolas Careca. No contra-ataque, Wesley, sem goleiro na pequena área, bateu por cima. Por sorte dele, o árbitro marcou impedimento. O Bugre perdeu Rodrigo Andrade, aos 34, expulso por uma cotovelada em Mayke. Jailson quase aumentou, aos 41, em cabeceio que passou muito perto da trave. O Verdão fechou o jogo aos 46. Wesley chutou, a bola desviou em Ronaldo Alves e entrou.

    Wesley comemora o gol em Palmeiras x Guarani

    Wesley comemora o gol em Palmeiras x Guarani (Foto: Marcello Zambrana/AGIF)