PAI E FILHA USAM A CAPOEIRA PARA SAIR DO SEDENTARISMO E GANHAR MAIS QUALIDADE DE VIDA

Jackson saiu do sedentarismo com a capoeira e agora treina com a filha no projeto da Prefeitura

No Parque Ecológico do Sóter, pai e filha chegam juntos, Jaqueson, de 54 anos, e Julia, de 16 anos. Ele já com histórico de atleta ficou sem treinar por 2 anos e ela precisava se movimentar. Juntos, iniciaram os treinos de capoeira em outubro de 2019 e se encontraram na atividade que faz parte do Projeto Movimenta Campo Grande da Prefeitura.

“Meu pai era instrutor de defesa pessoal no quartel e ele praticava box profissional, acho que o gosto por esportes voltados para lutas vem de berço. Quando criança eu fui atleta de atletismo em Santa Maria (RS). Estou em Campo Grande há mais de 30 anos e sempre fui fascinado em capoeira, brincava na rua com os amigos, e quando comecei a fazer Arquitetura fui aluno do “Grupo Memorial Brasileira”, que não existe mais”, explicou Jaqueson Mario Borges dos Santos.

A capoeira acontece há 4 anos no Parque Sóter e ali já passaram mais de 200 alunos. Segundo o professor Márcio Silva, a atividade melhora corpo e mente. “A prática da capoeira melhora a agilidade, flexibilidade, coordenação motora, lateralidade e já é comprovado que 1 hora de treino de capoeira queima cerca de 1.200 calorias, além de ser um grande instrumento de inclusão social porque podem participar pessoas de todas as idades incluindo pessoas com autismo, deficiente visual e síndrome de down. A atividade não exclui, ela inclui”, comentou o professor.

Com os treinos em dia, Jaqueson disse que não fica mais sem esporte. “Eu tive um problema na coluna e a capoeira ajuda a melhorar a dor. Encontramos aqui uma forma saudável de treinar com segurança, que está fortalecendo a coluna, com muitos alongamentos e abdominais. É muito bom, além de ser reconhecida como a maior expressão cultural”, sinalizou ele. “Aqui não tem desculpas é um incentivando o outro”, complementou.

No Parque Sóter tem!

A capoeira acontece todas às segundas e quartas-feiras, sendo de manhã das 7h às 8h e à tarde das 17h30 às 19h30. Além da Capoeira no Parque Sóter tem oficina de Tênis com vagas abertas para crianças acima de 10 anos todas as segundas, quartas e sábados das 7h às 10h.

O parque ainda tem atividade de Ritmos, Pilates, Grupo de Corrida, Futebol, Academia ao ar livre, Ciclismo, Funcional e Vôlei, mas as vagas estão preenchidas. O Parque segue as regras de biossegurança e a entrada permitida está na rua Cristóvão Lechuga Luengo n. 25 – Mata do Jacinto. Para entrar no Parque é necessário entrar de máscara e só retirar, caso queira, quando a atividade iniciar.