OMS convoca reunião sobre nova variante do coronavírus, diz chefe da agência na Europa

A Organização Mundial de Saúde (OMS) reunirá seus membros para discutir estratégias para conter uma nova variante, mais contagiosa, do coronavírus que surgiu no Reino Unido, disse o chefe europeu da agência nesta terça-feira (22).

Ele não disse a data em que a reunião será realizada.

“Limitar as viagens para conter a disseminação é prudente até termos mais informações”, disse o diretor regional para a Europa da OMS, Hans Kluge, em uma rede social. Ele também fez um apelo pela intensificação das medidas de prevenção.

A agência sediada em Genebra manifestou cautela com uma grande alarme causada pela nova variante, afirmando que é parte normal da evolução de uma pandemia e elogiou o Reino Unido por detectá-la.

Em comunicado nesta terça-feira, a OMS repetiu que ainda não há informação suficiente para determinar se a nova variante afetará a eficácia das vacinas, afirmando que pesquisas estão em andamento.

O que se sabe sobre a nova variante

 

A nova variante, surgida após mutações do Sars-Cov-2, se tornou a forma mais comum do vírus em algumas partes da Inglaterra.

Segundo o governo britânico, ela é até 70% mais transmissível que a original. O estudo dessa nova forma do coronavírus ainda está em um estágio inicial, no entanto.

Já houve outras mutações do Sars-Cov-2 –o vírus detectado pela primeira vez em Wuhan, China, não é o mesmo que se encontra na maioria dos cantos do mundo.