O Flamengo, preso em seu feitiço do tempo, deveria desencanar do Jorge Jesus

Para quem nunca assistiu a “Feitiço do Tempo”, ótimo filme com Bill Murray e Andie MacDowell, eu recomendo.

Eu já vi diversas vezes. No meu tratamento, foi usado terapeuticamente.

Na trama, o personagem Phil (Bill Murray) é uma pessoa prepotente e arrogante, que fica presa em um túnel do tempo repetindo sempre o mesmo dia, o dia da marmota – até mudar suas atitudes.

Quando penso no Flamengo, lembro do filme. O clube está preso em uma espécie de feitiço do tempo, porque todos os dias são iguais: fixados no Jorge Jesus.

"Feitiço do tempo", filme de 1993 — Foto: Reprodução

“Feitiço do tempo”, filme de 1993 — Foto: Reprodução

A gente acorda, procura os noticiários pela manhã, e o assunto é o seguinte: “Jorge Jesus diz sim ao Flamengo”.