Naomi Osaka fatura o bi no Australian Open

Naomi Osaka é bicampeã do Australian Open. Jogando com autoridade, a atual número 3 do mundo derrotou a americana Jennifer Brady (24ª do ranking) por 2 a 0 (parciais de 6/4 e 6/3), na final disputada na manhã deste sábado em Melbourne, e leva para a casa mais um caneco do torneio australiano, repetindo o feito da edição de 2019. Com o bi do US Open (2018 e 2020), agora são quatro títulos de Grand Slam na galeria.

Com apenas 21 anos na época, Naomi conquistou o título em 2019 ao superar na decisão a tcheca Petra Kvitova em um disputadíssimo 2 a 1, parciais de 7/6-2, 5/7 e 6/4. Já Brady tivera sua melhor colocação em Melbourne quando chegou às quartas na edição vencida pela japonesa.

Sem perder tempo, a ex-número 1 conseguiu uma quebra logo no quarto game e fez 3 a 1, mas a americana deu o troco na sequência, conservou seu serviço e empatou. O set seguia equilibrado até Naomi tornar a quebrar o saque da adversária e depois matar a parcial em 6/4.

A fim de liquidar logo a fatura e levar o bi para casa, a japonesa abriu 4 a 0 no segundo set e jogou toda pressão para cima da oponente. Mostrando resiliência, Brady reagiu, conseguindo uma quebra e depois reduzindo mais a diferença para dois games. Foi a hora de Naomi encerrar o papo. A fera de 23 anos, então, forçou seu saque, matou o jogo e ficou com o título.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui