Mulher de ‘El Chapo’ é presa nos Estados Unidos

A esposa do traficante mexicano Joaquín “El Chapo” Guzmán foi presa nos Estados Unidos nesta segunda-feira, dia 22, por seu suposto envolvimento no tráfico internacional de drogas, informou o Departamento de Justiça norte-americano.

Emma Coronel, de 31 anos, que compareceu ao julgamento de seu marido há dois anos em Nova York, foi presa no Aeroporto Internacional Dulles, no Norte da Virgínia, e deve comparecer ao tribunal federal de Washington nesta terça-feira.

Coronel é acusada de conspiração para distribuir heroína, cocaína, maconha e metanfetamina para importação ilegal nos Estados Unidos.

A defesa de Emma Coronel ainda não se manifestou.

Guzmán foi condenado em fevereiro de 2019 em Nova York por tráfico de toneladas de drogas como líder do Cartel de Sinaloa, uma das maiores e mais violentas organizações criminosas do México.

Em abril de 2019, Emma anunciou em seu perfil do Instagram o lançamento de uma linha de roupas inspirada no marido, denominada JGL, correspondente às iniciais do criminoso. À época, ela explicara que era seu objetivo “projetar seu estilo e o de Joaquín”.

Emma, mãe de duas filhas gêmeas que teve com El Chapo, até mesmo pediu que designers em começo de carreira entrassem em contato com ela através do advogado, Mariel Colón, um dos defensores de seu marido.

O julgamento do traficante, fã de camisetas com estampas, bonés e sapatos, durou três meses em um tribunal federal no Brooklyn. A camisa chamativa, com grandes arabescos e largas listras cinzas e azuis que vestia para sua entrevista clandestina em janeiro de 2016 com o ator americano Sean Penn, da marca de Los Angeles Barabas, esgotou quase imediatamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui