MS tem mercado de crédito saudável e ocupa primeiro lugar na oferta aos consumidores

Mato Grosso do Sul ocupa a primeira posição no indicador “Qualidade de Crédito para Pessoa Física”, do Ranking de Competitividade dos Estados 2023, elaborado pela organização não governamental CLP (Centro de Liderança Pública). O indicador, produzido a partir de dados do Banco Central, avaliou o percentual de modalidades não-emergenciais (consignado, habitacional, veículos e rural) para pessoa física.

De acordo com o diretor-presidente da CLP, Tadeu Barros, as modalidades de crédito consideradas no indicador, como consignado, habitacional, veículos e rural, estão ligadas à qualidade do crédito.

“O consignado, para citar um exemplo, é descontado diretamente da folha de pagamento, diminuindo o risco de inadimplência. Já o crédito habitacional e para veículos engloba a aquisição de ativos tangíveis (imóveis, carros, etc..) os quais permitem mais segurança para quem está emprestando o recurso. Por fim, o crédito rural é considerado de alta qualidade devido à natureza estável e indispensável do setor agrícola, além do apoio governamental associado a esse tipo de crédito”, explica Tadeu Barros.

Ainda segundo o dirigente, tais modalidades de crédito evidenciam mais estabilidade financeira e responsabilidade por parte dos tomadores de recursos, incrementando a qualidade do crédito concedido. “Portanto, quanto maior sua participação no crédito total melhor será o perfil do mercado de crédito do Estado”, analisa.

O Ranking de Competitividade dos Estados, ferramenta que reúne dados para auxiliar gestores públicos a diagnosticar problemas e elencar prioridades, já é utilizado por mais de 20 estados brasileiros.

Para o secretário-executivo da Segem (Secretaria Executiva de Gestão Estratégica e Municipalismo do Estado de Mato Grosso do Sul), Thaner Nogueira, os sul-mato-grossenses estão tendo acesso a linhas de crédito mais competitivas em comparação com outras regiões do País, evitando as altas taxas do cheque especial e do rotativo do cartão de crédito.

 

“Os recursos obtidos pelas pessoas físicas não apenas oferecem vantagens individuais, mas também têm um maior potencial para impulsionar a economia, reduzindo os pagamentos de juros em suas transações”, complementa Thaner.

Recentemente, Mato Grosso do Sul também apresentou a segunda melhor taxa de investimentos (18,16%), no ranking da CLP de competitividade dos estados brasileiros.

No ano passado, o Estado recebeu o Prêmio CLP de Excelência de Competitividade 2023, na categoria “Destaque Boas Práticas”, com o programa “Contrato de Gestão”.

Alexandre Gonzaga, Comunicação do Governo de MS

Foto: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil 

FonteGoverno MS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui