MP 984, à facada de Bolsonaro na Globo

Jair Bolsonaro comentou sobre a “MP do futebol” em livre presidencial nesta quinta-feira, 2. Ele comentou o jogo entre Flamengo e Boavista que foi divulgado pela FlaTV no YouTube e não na Globo, que nesta quinta rescindiu o contrato com o Campeonato Carioca.

Ele ainda mandou uma indireta para a emissora: “tinha uma televisão que tinha o monopólio e pagava – acho – 500 mil, 600 mil por cada jogo”. “O Flamengo faturou mais de 10 milhões ontem”, afirmou.

“Então parabéns ao Flamengo, parabéns ao presidente Jair Bolsonaro que assinou a medida provisória”, disse ao mostrar a camisa do clube rubro-negro e pedir desculpas para Felipe Melo, jogador bolsonarista do Palmeiras.

Para Bolsonaro, a MP dá “liberdade para que times de futebol negociem”. “Havendo essa concorrência, com o time decidindo para quem vai vender o seu direito de imagem, o time que estiver melhor vai vender mais caro. Então não existe acomodação”, declarou. “Isso é livre mercado, é maravilhoso”, reforçou.

E concluiu: “eu ouso dizer que o futebol brasileiro está tendo uma alavancagem enorme por causa disso”

MP do futebol

Em meados do mês de junho, a diretoria do clube se reuniu com Jair Bolsonaro, que publicou uma medida provisória que tira exclusividade da Globo na transmissão de jogos de futebol.

A MP 984 torna o “direito de arena” uma exclusividade da equipe mandante dos jogos esportivos. Desta forma, é o clube que joga em casa que terá os direitos de transmissão dos eventos. O texto favoreceu o Flamengo, que não assinou com a Globo, e prejudicou a rede televisiva, após o rubro-negro transmitir seu jogo contra o Boavista na quarta-feira, 1º, pelo seu canal FlaTV, no YouTube.

A MP, apesar de prejudicar a Globo, acabou sendo criticada por alguns que alegam que tornar o “direito de arena” uma exclusividade da equipe mandante irá favorecer os times grandes, enquanto os times pequenos deixarão de ganhar dinheiro com a transmissão de jogos, pois terão mais dificuldade para vender a divulgação.

Nesta quinta-feira, 2, a Globo anunciou que não irá mais transmitir o campeonato em seus canais. A emissora disse ter rescindido o contrato que mantinha com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) e com os clubes, mas manterá os pagamentos desta temporada.