Motorista envolvido em acidente que matou advogada se apresenta à polícia em MS

O estudante de medicina envolvido no acidente que matou a advogada Carolina Albuquerque Machado, de 24 anos, em Campo Grande, se apresentou à polícia neste sábado (4). Ele procurou a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do Centro e se entregou.

De acordo com a polícia, foi cumprida a prisão preventiva do suspeito, decretada pela Justiça. Ele vai permanecer preso na Depac até segunda-feira (6), quando deve ser transferido para a 3º Delegacia de Polícia do bairro Carandá Bosque, área onde aconteceu o acidente.

Ainda segundo a polícia, o estudante só vai ser interrogado quando estiver na 3° DP. O trabalho de interrogatório será conduzido pelo delegado que assumirá as investigações.

O acidente aconteceu no cruzamento das avenidas Afonso Pena e Doutor Paulo Machado. Carolina Albuquerque estava com o filho de 3 anos quando o carro foi atingido pela caminhonete que era dirigida pelo estudante de medicina. Segundo a perícia, o motorista, que fugiu do local após o acidente, estava em alta velocidade e testemunhas disseram que ele apresentava sinais de embriaguez.

Carolina morreu no local. O filho da advogada que estava no carro continua internado na Santa Casa da capital sul-mato-grossense. Ele fraturou a clavícula, mas, segundo a família, os médicos também identificaram que a criança machucou duas costelas. O menino está em observação, sem previsão de alta.