Morando em Portugal, José de Abreu fala do namoro e de biografia

Com o fim das gravações de “Um lugar ao Sol”José de Abreu se mudou para Portugal com a namorada, a maquiadora Carol Junger. O ator, que tem passado longos períodos fora do Brasil, fará uma série por lá:

– Vou ficar aqui por um tempo. Sem prazos. Não temos mais um lar. Ficamos em apartamentos por temporada. Quando acaba uma novela, eu vou para algum país. Já moramos na França, na Grécia e na Nova Zelândia.

O relacionamento de José e Carol, aliás, sempre repercurtiu muito na internet. A maioria dos comentários é sobre a diferença de idade: ele tem 75 e ela, 24.

– Não tem como evitar. Qualquer coisa que um artista faz gera isso. Se fosse uma atriz da minha idade, iam falar também, porque seria uma atriz. A gente atrai atenções, faz parte da vida. Mas já faz dois anos e meio. As pessoas que falaram (do namoro com Carol) quebraram a cara – afirma o ator.

Ele, que em novembro lançou sua autobiografia, “Abreugrafia”, diz que a namorada adorou o livro:

– Tem muita coisa que não sabia. Imagina? Em dois anos não dá para conhecer 75. A minha infância e a minha juventude são muito distantes para ela. Aconteceram nos anos 1950, em Santa Rita do Passa Quatro (interior de São Paulo). Era tudo diferente.

Alguns trechos da obra têm chamado a atenção e já foram reproduzidos por vários sites. Um deles, por exemplo, sobre o romance do ator com Maria Zilda. Ele diz que teve cuidado na hora de contar histórias sobre pessoas conhecidas.

– Com a Maria Zilda foi algo bonito. Ela era adulta, solteira. Não tem nada de mais. Sobre a Vera Fischer, até publicaram na época (que aconteceu o envolvimento). Claro que sempre tem coisas que não dá para falar por questão de respeito. Coisas muito íntimas. Tudo tem um limite. Mas meu filtro foi bem amplo. E liguei para algumas pessoas perguntando: “Posso falar?”. Algumas disseram: “Prefiro que você não fale”. Com coisas que não eram delicadas só para mim, tive cuidado. Não estava interessado em criar polêmica para vender livro – diz ele, que cogita escrever mais. – Foi muito trabalhoso, mas não sei. De repente, um livro de viagens, sobre as que tenho feito ao longo da vida. Mas não está nada decidido.

Carol Junger e José de Abreu (Foto: Reprodução)Carol Junger e José de Abreu (Foto: Reprodução)

SIGA A COLUNA NAS REDES

No Twitter: @PatriciaKogut

No Instagram: @colunapatriciakogut

No Facebook: PatriciaKogutOGlobo