Lideranças encaminham pautas de saúde indígena ao deputado Fábio Trad

O deputado Fábio Trad recebeu dois importantes representantes indígenas na manhã desta segunda-feira (18): o presidente do Conselho dos Povos Indígenas, Elcio Terena; e o coordenador distrital de Saúde Indígena da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai-MS), Fernando de Souza. Na ocasião, ele recebeu das mãos das lideranças o Relatório de Saúde Indígena do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI-MS).

Além disso, o parlamentar foi o escolhido para intermediar uma reunião entre os caciques e demais lideranças indígenas de Mato Grosso do Sul com o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que tratará sobre a saúde dos povos indígenas do Estado.

Segundo o terena douradense Fernando Souza, o deputado Fábio Trad foi o nome preferido por começar a escrever uma história de defesa dos direitos dos povos indígenas mesmo antes de ocupar um cargo eletivo.

Durante a reunião, Souza recordou o ano de 2010, quando Fábio Trad ocupava a presidência da seccional sul-mato-grossense da Ordem dos Advogados do Brasil e criou a primeira Comissão Especial de Assuntos Indígenas do país e convidou um índio advogado para presidi-la, o doutor Wilson Matos da Silva, morador da aldeia douradense Jaguapiru.

“Dessa forma, o deputado não só buscou defender os direitos das nações indígenas existentes no Estado, como também prestigiou os indígenas com um legítimo representante deles à frente de um comitê para tratar dos assuntos relacionados às causas das tribos de Mato Grosso do Sul e também dos desaldeados que vivem nas periferias das cidades”, destacou Souza, que antes da Sesai-MS coordenou a Fundação Nacional do Índio (Funai) no Estado.

A Sesai-MS oferece atualmente serviços de saúde a cerca de 82 mil indígenas no Estado por meio de 760 profissionais em 14 pólos-base em diversos municípios e três Casai (Casas de Trânsito) em Amambai, Dourados e Campo Grande.