Internado com Covid-19, Cabo Almi tem piora e família pede oração

O deputado estadual Cabo Almi (PT) teve uma piora no estado de saúde nesta segunda-feira (24). Ele está internado há 17 dias com Covid-19 no Hospital da Cassems, em Campo Grande.

O estado dele é considerado gravíssimo. Nos últimos dias, a sedação e o uso de ventilação mecânica haviam sido reduzidas. A família passou a pedir oração para o parlamentar.

Almi foi diagnosticado com a doença causada pelo novo coronavírus no dia 5 de maio. Ele começou o tratamento em casa, mas a piora no quadro levou à internação dois dias depois.

No dia 8, ele foi pronado, ou seja, colocado de barriga para baixo. No dia seguinte, a equipe o moveu para a posição normal e passou a ministrar antibióticos.

Já no dia 10, o deputado já apresentou os primeiros sinais de recuperação. No dia 11, ele apresentou ligeira melhora e a equipe médica chegou a cogitar a extubação.

Não houve evolução significativa e os médicos descartaram a extubação imediata no dia 12. Também não houve mudança relevante no estado de saúde no dia 13.

No dia 14, os médicos diminuíram o nível de oxigênio após uma nova melhora. O estado de saúde não evoluiu no sábado (15), no domingo (16), na segunda-feira (17) e na quarta-feira (19).

Já na quinta-feira (20), a sedação começou a ser reduzida. O estado se manteve estável na sexta-feira (21).